Cimento Queimado – Guia Completo

O cimento queimado é uma prática da construção civil que vem ganhando bastante notoriedade atualmente. Isso pois, sua própria aparência dá um aspecto mais rústico ao ambiente, fazendo dele o queridinho de arquitetos e designers.

Assim sendo, aqui neste artigo nós iremos te explicar tudo o que você deve saber sobre cimento queimado, um guia completo. Abaixo focaremos no que ele é, suas vantagens e desvantagens, suas cores e combinações, e também no passo a passo para utilizá-lo tanto em paredes quanto em pisos.

Então, se você quer aprender tudo sobre o cimento queimado, é só continuar por aqui com a gente!

O que é o cimento queimado?

Antes de mais nada, você sabe o que é o cimento queimado? Não, não apenas o ato de queimar o cimento e pronto!

Na realidade, o cimento queimado nada mais é do que um acabamento, o qual pode ser empregado tanto diretamente no piso como também em paredes. A ideia aqui é que sua aparência diferenciada, seu efeito manchado, acabe destacando o seu cômodo.

Trata-se de uma técnica bem antiga e artesanal, e que por apresentar um custo baixo acabou por se popularizar bastante. O que antes era encontrado em casas antigas de fazendo, hoje em dia já está dentre da maioria das casas, comprimindo um aspecto mais rústico a todo o ambiente.

Piso de cimento queimado

Ou seja, a função do cimento queimado não é estrutural, mas sim arquitetônica. Com ele você consegue dar um ar mais rústico ao ambiente, exatamente como é possível observar pela foto acima. Se você procura uma boa opção para dar um “up” no ambiente, abaixo nós falaremos um pouquinho mais sobre como você pode fazer isso!

O cimento queimado em suas diferentes formas

Com o cimento queimado se popularizando tanto, é comum que surjam diversas formas diferentes dele, de modo que possa melhor atender a alta demanda. Assim sendo, abaixo nós separamos suas principais formas, de modo que você possa conhecê-las melhor.

Cimento queimado pronto

Pretende comprar o cimento queimado já pronto para uso? Pois saiba que é possível, basta procurar por sua argamassa que é vendida ensacada. Tudo o que você precisa fazer é misturar água e pronto, ela apresenta o mesmo acabamento do cimento queimado, e além disso você ainda possui uma grande variedade de cores. Falaremos sobre as coisas deste tipo de cimento mais abaixo.

Você ainda pode recorrer a marcas com aplicações específicas, como por exemplo para paredes, pisos, bancadas e até mesmo teto. Além disso, devido ao fato de ser rica em fibras, isso faz com que ela tenha uma maior flexibilidade quando comparada ao cimento queimado tradicional, fazendo com que seja possível aplicá-la sem necessitar das juntas de dilatação.

Porcelanato

Se a ideia é utilizar o cimento queimado no piso, saiba que há diversas peças de porcelanato que podem imitar perfeitamente o efeito do cimento. Sua principal vantagem aqui fica sendo com relação a sua execução, onde a mão de obra qualificada é mais facilmente encontrada do que para a utilização do cimento queimado tradicional.

Além disso, por se tratar de uma peça de porcelanato, você pode aplicá-la em praticamente todos os ambientes, sendo de fácil limpeza e podendo entrar em contato direto com a água. Entretanto, sua desvantagem reside em ela possuir um preço mais elevado, bem como em necessitar de mais juntas de dilatação. Isso por si só pode acabar alterando um pouquinho o efeito final que você deseje empregar ao ambiente.

Papel de parede

Utilizar papéis de parede como decoração é uma prática bem antiga e recorrente. É possível encontrar no mercado papéis de parede que imitem a tonalidade de uma parede feita em cimento queimado, sendo necessário cuidado em sua aplicação.

Isso pois, uma aplicação mal feita dará aquele ar de artificialidade, algo que é sempre melhor evitar quando a ideia é buscar pela decoração ideal ao ambiente.

Papel de parede de cimento queimado
O papel de parede consegue imitar muito bem o efeito!

Pintura

Assim como o papel de parede, a pintura é outra alternativa “artificial” que você pode utilizar aqui. Também é possível encontrar tintas e texturas no mercado que imitam o efeito do cimento queimado, fazendo com que a pintura em si o substitua.

Pintura de cimento queimado
A pintura também consegue fazer muito bem o seu papel aqui!

Quais são as cores do cimento queimado?

Pelas fotos acima você provavelmente deve estar pensado: “mas ele não é cinza?”. Na verdade ele é sim cinza, mas é possível o obter em várias outras cores e tonalidades.

É possível utilizar diversas misturas de pó de mármore, ou então do pó “Xadrez”, para alterar a cor do cimento queimado, deixando-o de acordo com sua preferência. O pó Xadrez é encontrado em 6 cores: amarelo, verde, vermelho, marrom, preto e azul, e você também pode misturar essas cores para conseguir outras.

A imagem abaixo é retirada do site Blog Opp Design, e nela você pode conferir as combinações resultantes ao combinar que você consegue ao combinar as diversas cores do pó Xadrez com o cimento queimado cinza ou branco:

Cores combinações do cimento

Vantagens e Desvantagens do cimento queimado

O cimento queimado parece ser excelente, não é mesmo? Pois é necessário conferirmos suas vantagens e desvantagens, para averiguar melhor todos os seus pontos fortes e fracos!

Vantagens

Comecemos então pelas vantagens, pois é sempre melhor começar pelo aspecto positivo. A seguir nós separamos suas principais vantagens, que irão lhe ajudar a optar por este tipo de cimento, confira:

  • Se você busca por uma reforma rápida, fácil e de baixo custo, então o cimento queimado é a opção ideal para você. Isso pois, nós já podemos começar citando o fato dele apresentar uma fácil aplicação;
  • Ele é de baixo custo pois é composto por penas alguns itens, tais como areia, argamassa e pó de cimento, sem a necessidade de madeira ou cerâmica para revestimento;
  • Nada de sujeiras, deixando o local de trabalho mais limpo e fácil de ser arrumado;
  • Pode ser aplicado tanto internamente quanto externamente;
  • Como demonstrado acima, você pode modificá-lo em diversas cores, de acordo com sua preferência e necessidade;
  • Ele é resistente, sofrendo poucas variações quando é exposto a intempéries.

Desvantagens

Uma vez que tenhamos mostrado as vantagens, não podemos deixar de falar também nas desvantagens:

  • Apesar de apresentar uma fácil aplicação, ainda assim é necessário que ela seja feita com extremo cuidado, do contrário podem aparecer fissuras no revestimento, comprometendo diretamente tanto a estética quanto a durabilidade da parede e do piso;
  • Você não deve utilizá-lo em lugares úmidos, como por exemplo no banheiro. Isso pois a umidade fará com que o revestimento fique escorregadio, o que não é uma boa ideia para um piso;
  • Ele também não é indicado para quartos, pois o seu próprio aspecto tira aquela sensação de aconchego que um quarto deve transmitir, além de deixar o ambiente mais frio;
  • É possível que algumas manchas surjam conforme o tempo passa;
  • Trincas e fissuras também são problemas que podem acontecer, e mais abaixo nós lhe ensinaremos a lidar com isso.

Mas sabe qual é o melhor aqui? Que basta você escolher o lugar ideal, e contar com mão de obra especializada e pronto, todas essas desvantagens acima acabam simplesmente sumindo!

Ou seja, quando colocamos as vantagens e desvantagens em uma balança, elas acabam tendendo para o lado das vantagens, fazendo com que o uso do cimento queimado valha a pena!

Como aplicar o cimento queimado na parede?

Acima nós lhe apresentamos diversas informações sobre o cimento queimado, então que tal agora nós efetivamente o aplicarmos na parede? Abaixo nós separamos um passo a passo que poderá lhe ajudar com isso, confere só!

1 – Separando o necessário

Neste passo a passo nós iremos utilizar uma massa acrílica simples, e ela por si só dará o efeito de cimento queimado nas paredes.

Tenha em mente que você irá empregá-la em superfícies lisas e planas, com a ajuda de uma desempenadeira de aços, preferencialmente com cantos arredondados. E se você deseja conseguir o efeito certo do cimento queimado, deverá executar sempre em camadas sucessivas e finas, de duas a três aplicações.

“Mas e quanto as massas prontas?”

Sim, acima nós citamos que é possível encontrar massas prontas de cimento queimado, e você pode utilizá-las aqui. Tais massas não servem para pisos ou áreas externas sem cobertura, porém para paredes podem funcionar muito bem.

2 – Começando os preparativos

A primeira coisa a se fazer aqui é preparar as paredes que irã receber o material. Ou seja, retire tudo que esteja pendurado ou encostado nas paredes, e também nada de sujeiras, umidade e mofo. Essa parte é importante, pois somente assim a massa acrílica poderá chegar ao substrato (a alvenaria que dá forma a parede), o que irá lhe garantir uma maior duração e melhor performance.

3 – Aplicando

Após ter seguido o passo anterior, é hora de botar a mão na massa!

Ponha um pouco da massa pronta na desempenadeira e aplique-a diretamente na parede. Quanto mais você pressionar a desempenadeira na parede, maior será o brilho que você conseguirá. Exatamente por isso é importante que a desempenadeira tenha os cantos arredondados.

Tome cuidado para não aplicar massa em excesso, somente o suficiente para que você possa ir a espalhando aos poucos, até que toda a superfície tenha sido coberta. Deixe tudo o mais liso que puder, e de início isso será difícil, mas com a prática você conseguirá fazer isto mais facilmente.

Depois da primeira demão você deverá esperar por cerca de quatro horas, de modo que ela possa secar e você então passar a segunda demão. Tenha em mente que este tempo para a secagem depende tanto da temperatura quanto da umidade do ambiente em questão, ou seja, no caso de um ambiente com ar-condicionado este tempo será mais rápido.

Você não precisa lixar durante o processo.

4 – Fique atento aos cantos

Os cantos podem ser um problema, mas é fácil lidar com eles.

Basta marcar os limites com a ajuda de uma fita crepe, e então colocar um pouco de massa acrílica na desempenadeira e aplicar bem!

5 – Pós-aplicação

A parede está secando e você observou que ainda há lugares sem massa? Pois sem problemas, basta que você utilize a desempenadeira com um pouquinho de massa para realizar o remendo .

Assim que todas as demãos secarem, confira bem se é preciso mais uma camada para a finalização. Se você julgar que não há necessidade de uma cada extra, então pronto, sua parece com cimento queimado está finalizada!

Bem fácil, não é mesmo?

Como fazer o efeito de cimento queimado na parede usando tinta?

Acima nós falamos que também é possível utilizar tinta para conseguir o mesmo efeito do cimento queimado em uma parede, pois agora nós vamos lhe mostrar como fazer isso. Confira o passo a passo abaixo!

1 – Comece definindo a tonalidade utilizada

A primeira coisa que você deve fazer é começar definindo qual será a tonalidade da tinta que você irá usar. São várias as opções, desde os tons mais claros até os mais escuros, e é preciso definir um tom que vá casar bem com todo o restante da decoração, de modo que você não se arrependa depois.

Caso seu objetivo seja uma decoração mais minimalista, então tons mais claros podem lhe ajudar aqui. Mas se você quer algo que contraste com móveis coloridos, então o ideal é um cimento queimado mais escuro mesmo. Tenha bem claro em mente qual o tom você busca!

2 – Separe tudo

Uma vez que você já tenha definido as cores, o próximo passo é separar tudo que você precisará para fazer o cimento queimado em sua parede.

Então já vai anotando aí todos os materiais que serão necessários:

  • Tinta pronta, e já com o efeito de cimento queimado e na tonalidade que você deseja;
  • Lonas e jornais para que você possa cobrir o piso, e evitar sujeiras desnecessárias;
  • A fita adesiva irá lhe ajudar a cobrir as tomadas e delimitar as bordas;
  • Balde e esponja para lhe ajudar a deixar a parede bem limpa antes de pintá-la;
  • Uma desempenadeira inox e com o canto arredondado;
  • Escada;
  • Lixa fina.

Uma vez que você tenha tudo isso em mãos, nós podemos então ir para o próximo passo.

3 – Preparando tudo

Antes de começar é necessário que você deixe tudo bem protegido, aplicando os jornais e a lona sobre o chão, de modo que os respingos não acabem manchando o piso.

A fita adesiva irá lhe ajudar a proteger o teto e as bordas da parede, bem como os interruptores, evitando manchas indesejadas.

Antes de iniciarmos a aplicação do cimento queimado na parede, é necessário que ela esteja bem limpa. Ou seja, nada de manchas, poeira e resíduos. Água e esponja já serão o suficiente para te ajudar a limpar as paredes, e no caso da cozinha você pode usar um desengordurante para te ajudar nesse processo.

4 – A primeira demão

Uma vez que tudo esteja preparado, podemos dar início ao processo e aplicar a primeira demão de tinta. É importante que essa primeira demão seja uniforme e fina, e para tal você pode se utilizar da desempenadeira para lhe ajudar.

Sempre realize movimentos curtos, irregulares e que sejam aleatórios, de modo que você possa ir cobrindo toda a parede aos poucos. Você pode também deixar alguns espaços faltando, de modo a dar um acabamento mais natural à sua parede, e depois é só voltar para finalizá-los.

5 – A segunda demão

Confira qual é o tempo recomendado de secagem (você encontra essa informação na embalagem da tinta), mas já lhe adiantamos que ele costuma variar de 4 a 6 horas. Após passar esse tempo, basta só aplicar a segunda demão no mesmo esquema da primeira.

Mas claro, confira primeiro se há excesso do produto, e caso seja necessário, com a lixa fina em mãos, deixe tudo uniformizado.

Novamente faça movimentos irregulares e aleatórios do passo anterior.

6 – Finalizando

Novamente você deverá esperar pelo tempo de secagem, o mesmo tempo que esperou anteriormente. Após isso, e caso ache que é preciso, você pode ainda aplicar uma terceira demão, e caso goste do efeito é só terminar o processo.

Agora é só retirar os jornais, a lona e a fita adesiva e pronto, você acabou de aplicar o efeito de cimento queimado em sua parede!

E aí, qual dos dois métodos para aplicação de cimento queimado na parede você gostou mais?

Como aplicar o cimento queimado no piso?

Uma vez que tenhamos lhe mostrado o passo a passo para a aplicação do cimento queimado na parede, vamos agora focar em seu uso no piso. Confere só o passo a passo abaixo!

1 – Preparando o cimento

Antes de mais nada devemos preparar o cimento que iremos utilizar, então já anota tudo o que você precisará:

  • Cimento Portland comum;
  • Adesivo PVC Bianco, ou então de alguma outra marca similar;
  • Areia de granulometria média;
  • Duas peneiras, uma para areia média e uma para cimento fino;
  • Uma régua de pedreiro;
  • Uma desempenadeira de aço, preferencialmente sem as pontas;
  • Colher de pedreiro e broxa
  • Água.

Após ter os materiais necessários, você deverá buscar pelo traço de cimento de 3:1 (3 porções de cimento para cada 1 de areia), sendo que a água deve ser posta aos poucos, de modo que a massa fique homogênea.

Uma vez que você tenha feito a argamassa, nós podemos então começar o processo de aplicação do cimento queimado no piso.

Passo a passo para a aplicação do cimento queimado no piso

Confere só o passo a passo:

  1. É importante que o contrapiso esteja bem limpo, ou seja, nada de sujeiras, gorduras e pós;
  2. O local em que você irá aplicar o cimento queimado é muito regular e liso? Então antes de iniciar é preciso fazer um chapisco, pois somente assim você conseguirá criar a aderência ideal para a camada de cimento;
  3. As juntas de dilatação devem ser postas a cada 2 metros, pois são elas as responsáveis por evitarem que o cimento fissure ou rache;
  4. A argamasse deve ser preparada na mistura de 1 medida de cimento para 4 medidas de areia, sempre envolvendo tudo em água, de modo que você consiga uma mistura bem consistente;
  5. A argamassa deve ser aplicada em todas as juntas, sempre a uma altura de 3 cm e nivelando o piso conforme a aplica;
  6. Uma vez que você tenha terminado de aplicá-la, e com a argamassa ainda úmida, você deverá polvilhar o pó de cimento sobre a área do piso. Quando a massa absorver o cimento, utilize a desempenadeira, ou então a colher de pedreiro, para deixar a superfície bem lisa. E, caso você deseje que seu piso apresente uma coloração diferente, você pode polvilhar o Pó Xadrez ao pó de cimento, deixando tudo da cor de sua preferência;
  7. Agora é a hora da secagem, a qual deve ser feita pelo período mínimo de 2 dias. É necessário que todo o processo de cura seja úmido, ou seja, no caso de pisos externos, é preciso que você se prepare antecipadamente para enfrentar as intempéries;
  8. Após o tempo de cura, é necessário que você umedeça a superfície a cada 8 horas pelos próximos 4 dias, após isso você deve cobrir todo o piso, seja com um saco de estopa ou com uma manta geotêxtil;
  9. Uma vez que tudo tenha secado e finalizado, agora é só lavar o chão com sabão neutro e água. Você ainda pode aplicar resina, de modo a impermeabilizar o chão garantindo assim uma maior resistência e durabilidade.

Viu só como é fácil aplicar o cimento queimado no piso?

Principais problemas do cimento queimado e como resolvê-los

A seguir nós separamos alguns dos principais problemas que você pode enfrentar na hora de aplicar o cimento queimado, bem como das tratativas que você deve tomar para resolvê-los.

Manchas

As manchas acabam se tornando uma parte intrínseca do processo, tendo em vista que algumas áreas acabam curando mais rapidamente, e com isso ficando mais claras, enquanto outras partes ficam mais escuras. Em superfícies grandes este tipo de variação de cor acaba sendo mais comum, pois você não consegue regularizar o processo de secagem.

Trincas

Para quem opta por usar o cimento queimado, as trincas acabam sendo o problema mais incômodo. Porém, a utilização das juntas de dilatação é mirando justamente minimizar tais problemas. Quando tudo está finalizado, é praticamente impossível perceber as juntas de dilatação.

É importante que as juntas sejam de plástico, e que sejam inseridas na base, com cerca de 2 a 3 mm acima dela. Você também pode optar por utilizar madeira, ou ladrilhos hidráulicos, de modo a formar “quadros/molduras”, de modo a favorecer a expansão térmica de seu piso.

Atente-se também para a temperatura no dia em que for aplicar o cimento queimado, pois ela também pode favorecer as trincas. Fique especialmente atento para temperaturas superiores a 25ºC, e umidade relativa do ar inferior a 40%, pois elas acabam favorecendo bastante o surgimento de trincas.

Desprendimento

Outro problema que pode surgir é o destacamento da camada de base da argamassa.

A melhor maneira de evitar tal problema é com a correta aplicação do cimento queimado sobre uma base recém-executada, ou então sobre uma base já existente, utilizando-se da nata de cimento para tal aplicação.

Agora você já conhece o cimento queimado!

Acima nós lhe mostramos todas as principais informações sobre o cimento queimado, desde suas vantagens e desvantagens, passando por suas aplicações e indo até a resolução de seus principais problemas. Ou seja, agora você já pode falar que conhece todo o necessário sobre este cimento!

Mas claro, caso ainda tenham sobrado dúvidas, é simples, é só nos perguntar nos comentários abaixo e nós estaremos prontos para lhe responder!