Como Escolher Parafusadeira?

Nós já te mostramos antes alguns dos melhores modelos de parafusadeira, mas você sabe como escolher a melhor delas? Se você não tem ideia do que deve levar em consideração, sem problemas, pois nós te ajudamos com isso!

O objetivo deste nosso artigo é justamente lhe mostrar tudo o que você deve considerar na hora de escolher sua parafusadeira ideal. Além disso, nós também separamos algumas outras informações sobre parafusadeiras que você deve levar em conta aqui.

Então, se você quer escolher a melhor parafusadeira para seus trabalhos o quanto antes, é só continuar a leitura!

Para que serve uma parafusadeira?

Antes de mais nada, você sabe dizer para que serve uma parafusadeira? A função principal de uma parafusadeira é parafusar, ou seja, ela é a ferramenta ideal para montar e desmontar móveis, bem como para apertar e desapertar um parafuso.

Claro, você pode se utilizar de chave de fendas para estas mesmas atividades, mas se você já as usou antes sabe o quanto este tipo de trabalho é exaustivo. Não seria bem melhor se você pudesse realizar este mesmo trabalho, mais rapidamente e com menos esforço? Pois esta é exatamente a ideia de se ter escolher uma boa furadeira!

Enquanto numa chave de fendas você precisa por muita força, em uma parafusadeira é muito mais jeito. Há até mesmo parafusos que nem a pessoa mais forte do mundo conseguiria retirá-los com uma chave de fenda, enquanto com uma parafusadeira você lida com eles sem esforço.

Então, esta é a função de uma parafusadeira: apertar e desapertar parafusos de maneira rápido e fácil!

Qual a diferença entre parafusadeira e furadeira?

Apesar de bastante similares, a furadeira e a parafusadeira possuem diferenças, e é importante conhecê-las na hora de escolher a sua.

Como dito acima, a parafusadeira serve para parafusar, ou seja, para apertar e desapertar determinados parafusos. Em contrapartida, a função da furadeira é perfurar, ou seja, ela é ideal para fazer aquele furo na parede, ou outra superfície, que você deseja. Assim sendo, quando das duas é a melhor?

Não há aqui uma melhor, tendo em vista que ambas realizam atividades diferentes, tudo depende de suas necessidades. E, caso você precise tanto perfurar quanto parafusar, há uma alternativa melhor do que adquirir um modelo de cada.

É possível encontrar no mercado modelos 2 em 1, ou seja, que são tanto furadeira quanto para furadeira, e caso seu orçamento permite os escolher, isso pode ser uma boa opção. Isso pois, dessa maneira você terá em mãos duas funcionalidades em um único modelo, uma maior gama de possibilidades para seus serviços!

Dicas de como usar uma parafusadeira

E claro, não basta apenas você escolher uma boa parafusadeira, é também necessário que você saiba usá-la. Para te ajudar com isso, abaixo nós separamos um breve passo a passo com dicas que poderão lhe ajudar a manusear melhor sua parafusadeira.

  1. A primeira coisa que você deve fazer é definir o bit que for utilizar e o apertar bem com a chave de mandril. Pode ser que a própria boa já contenha um determinado mecanismo para rosqueamento, o que é sempre bem mais cômodo;
  2. Defina agora para qual lado sua parafusadeira irá girar, ou seja, se você irá desparafusar ou parafusar. Há modelos que lhe permitem controlar tanto o torque quanto a velocidade, lhe dando uma maior mobilidade sobre seu uso, então, se puder, opte sempre por eles;
  3. Uma vez que as regulagens tenham sido feitas de acordo com o tipo de material que você está trabalhando, é hora de começarmos. Para tal basta aplicar um pouquinho de pressão na sua parafusadeira, lembrando de sempre deixá-la reta, rente ao parafuso que você deseja apertar ou desapertar. Feito isso, pronto, você acabou de aprender a como usar sua parafusadeira!

Viu só como não há segredo para usar sua parafusadeira? Mas caso você prefira ver o processo todo sendo feito, basta dar play no vídeo abaixo do canal Dutra Máquinas e conferir todo este processo:

Dicas de como escolher a melhor parafusadeira

Parafusadeira comum ou de impacto?

Agora que você já está bem situado sobre o que é uma parafusadeira, vamos te ajudar a escolher a melhor delas. Abaixo nós separamos tudo o que você deve levar em consideração na hora de escolher aquele modelo ideal, então confere só!

1 – Para que você irá usá-la?

Antes de mais nada, a primeira coisa que você deve ter em mente é onde você irá utilizar sua parafusadeira. Ou seja, aqui nós queremos dizer se ela será empregada em serviços grandes ou pequenos, para uso profissional ou residencial, para a montagem de móveis ou apenas para alguns reparos pequenos?

Todas estas são perguntas importantes, e que você deve saber suas respostas quando for escolher sua parafusadeira. São essas as perguntas que irão nos guiar para os próximos fatores abaixo!

2 – Comece analisando a potência

A primeira coisa que você deve se atentar aqui é quanto a potência, um dos principais fatores de nossa lista!

Aqui é fácil fazermos a relação de que, quanto maior for a potência, mais fácil será todo o trabalho de apertar e desapertar parafusos. Assim sendo, enquanto uma potência alta lhe permite trabalhar com parafusos em locais mais duros e resistentes, uma potência mais baixa é ideal para locais mais frágeis.

“Isso quer dizer então que posso ir sempre pela maior potência no mercado?”

Não! E nós falamos que não pois, utilizar uma potência elevada para um trabalho mais leve fará apenas com que você danifique o parafuso, você irá “espanar” o parafuso. Exatamente por isso é importante ter em mente o tipo de trabalho a ser feito, para que então você possa escolher a potência ideal à sua parafusadeira.

E falando especificamente em valores para potência, parafusadeiras com 12 V são tidas como um maio termo, um valor nem alto e nem baixo. Já uma potência de 20 V é mais aconselhável para uso profissional, mas, caso você queira modelo para uso profissional, o melhor é optar por parafusadeiras que possuam a função de impacto.

3 – Velocidade e torque também devem ser considerados

A seguir, é importante também ficar de olho tanto na velocidade quanto no torque.

Em uma parafusadeira a velocidade é medida em Rotações Por Minuto (RPM), marcando o quão rapidamente a broca da parafusadeira irá girar. Especificamente na parafusadeira, a velocidade acaba não sendo algo tão relevante assim, pois ela é mais relacionada com perfurações.

Por outro lado, o torque acaba sendo bem importante aqui. O torque se relaciona a força que será exercida sobre o parafuso, de modo que você possa apertá-lo ou desapertá-lo com mais facilidade. Aqui o torque segue a mesma lógica da potência, ou seja, por mais que um torque alto lhe ajuda a apertar um parafuso com maior facilidade, utilizar um valor elevado em um trabalho delicado fará com que você aperte demais o parafuso dentro do material, o espanado.

Aqui a melhor opção é sempre buscar por modelos que possuam um controle de torque, assim você pode alterná-los tanto para trabalhos mais pesados quanto para os mais delicados.

4 – Parafusadeira comum ou de impacto?

Nós ainda podemos dividir a parafusadeira entre seu tipo comum e a de impacto, e abaixo nós lhe explicaremos a diferença entre ambas.

A função de impacto, que pode ser encontrada tanto em furadeiras quanto em parafusadeiras, funciona dando “golpes” sobre a estrutura. Em uma parafusadeira, a função de impacto tem como objetivo aumentar seu torque, o qual pode aumentar em até 10 vezes. Essa é uma ótima pedida para quem irá utilizar sua parafusadeira em trabalhos mais pesados, porém é importante levar o preço em consideração. Isso pois, uma parafusadeira com função de impacto pode chegar a custar até 3 vezes mais.

Assim sendo, a função de impacto em uma parafusadeira é útil caso você vá trabalhar com parafusos muito grandes, ou em superfícies muito duras, tal como concreto e metal. Mas, se este não for seu caso, então esta acaba não sendo uma função necessária.

5 – Modelos a bateria devem ter preferência

É possível encontrar no mercado modelos de parafusadeira a bateria e elétricas, sendo que nosso conselho aqui é que você opte pelas a bateria. A bateria lhe fornece uma maior mobilidade para seu trabalho, uma vez que você não precisará de tomadas por perto.

Mas claro, você deve sempre se atentar à bateria, conferindo seu nível a todo instante. Existem modelos com medidor de carga da bateria, o que é ótimo para que você não seja surpreendido quando mais precisar. E a dica é ter sempre com você, pelo menos, duas baterias, de modo que caso uma termine você possa trocá-la pela outra, sem perder muito tempo em seu trabalho.

6 – Modelos portáteis são melhores de se utilizar

A bateria por si só já lhe traz bastante portabilidade e mobilidade, mas é sempre bom reforçarmos este aspecto. Um modelo portátil significa aquele que você consegue levar consigo para todos os lugares, que preferencialmente seja:

  • Movido a bateria;
  • Não muito grande;
  • Leve;
  • Venha acompanhado de uma maletinha para o transporte!

Principalmente para trabalhos em posições mais difíceis, os modelos portáteis acabam sendo grandes aliados ao operador.

7 – A ergonomia não pode ser descartada

A parafusadeira com toda certa é mais prática do que a chave de fenda, mas ainda assim trata-se de uma ferramenta manual. Ou seja, é preciso confirmar que o modelo traz ergonomia ao operador.

Empunhadura emborrachada, e não ser um modelo muito pesados, são itens indispensáveis, que não devem ser ignorados. Leve em conta que em determinados casos o operador poderá utilizar a parafusadeiras por horas em um mesmo trabalho, então é importante que ela seja ergonômica, tanto para o bem estar do operador quanto para a qualidade final do trabalho.

8 – Luzes de LED podem ajudar bastante

A luz de LED acaba sendo uma funcionalidade extra, e não comum a todos os modelos, porém acredite, ela pode lhe ajudar bastante aqui.

Principalmente para quem irá utilizar sua parafusadeira em locais mais escuros, as luzes de LED ajudam bastante nisso. Elas evitam que seja necessário dois operadores para o mesmo trabalho, um “jogando a luz” e o outro operando a parafusadeira, o que com certeza é algo que deve-se sempre buscar!

9 – Quais são os itens extras oferecidos?

Está em duvida entre dois modelos bastante similares? Pois então a melhor maneira de “desempatar” essa disputa é verificando os itens extras que estão inclusos a este modelo.

Bits, brocas, extensor, baterias extras, maleta para transporte e até mesmo ferramentas extras. Todos estes são itens que podem aparecer junto ao modelo de parafusadeira que você deseje escolher, e que vale a pena você ficar de olho.

Na hora de escolher entre uma parafusadeira ou outra, lembre-se de levar os seus itens extras em consideração!

10 – E claro, o preço deve sempre ser levado em consideração!

E por último, mas não menos importante, o preço é algo que você deve sempre levar em consideração! E não apenas para parafusadeiras, mas também para tudo o que você estiver cogitando adquirir.

De nada adianta você escolher o melhor modelo de todos, se o preço dele estoura o seu orçamento. Então nossa dica aqui é bastante simples, basta que você defina suas necessidades, conforme todos os fatores que lhe explicamos acima, assim como o seu orçamento e se atenha a isso. Certamente você será capaz de encontrar aquela parafusadeira que irá lhe ajudar em seu trabalho, sem com isso estourar o seu orçamento!

Agora você já sabe como escolher a melhor parafusadeira!

Acima nós lhe mostramos tudo o que você deve levar em consideração na hora de escolher sua parafusadeira, bem como algumas outras informações importantes sobre parafusadeiras que você deve conhecer. Assim sendo, agora você já sabe como escolher a parafusadeira ideal para seu trabalho, então é só ir até ela e começar o quanto antes a botar a mão na massa!

Mas claro, caso tenham sobrado dúvidas quanto a parafusadeira, basta nos pergunta nos comentários abaixo, e nós faremos o possível para lhe responder!