Melhor Aparador De Cerca Viva

Com certeza ter uma cerca viva em casa é o sonho de muitos, pois é algo que deixa qualquer local mais bonito. Mas, de modo que você possa cuidar bem dela, é importante ter sempre em mãos o melhor aparador de cerca viva possível!

Pois esta é justamente a ideia deste artigo, aqui nós lhe apresentaremos incríveis modelos de aparador de cerca viva de modo que você possa escolher o melhor. Além disso, nós também separamos um pequeno guia destacando tudo o que você deve levar em consideração na hora de escolher e seu!

Então, se você quer ter em mãos o melhor aparador de cerca viva de todos, é só continuar aqui com a gente!

Qual o melhor aparador de cerca viva?

Para te ajudar a responder essa pergunta nós separamos abaixo incríveis modelos de aparador de cerca viva para você escolher o melhor, então confere só!

Aparador de Cerca Viva Elétrico Tekna – O Mais Baratinho!

Pros
  • Modelo barato
  • Leve e de fácil manuseio
  • Apresenta um baixo nível re ruídos
  • Lâmina dupla de 50 cm e com dentes de corte duplo
Contras
  • A potência deste modelo não é muito boa

Comecemos então nossa lista com o modelo mais baratinho, mas que ao mesmo tempo não te deixa na mão!

Este modelo apresenta uma potência de 450 W, bem como uma velocidade máxima de 3800 RPM e uma lâmina de 20″. Trata-se de um modelo leve e de fácil manuseio, com um baixo nível de ruídos, uma lâmina dupla com dentes de corte duplo e de 50 cm.

Aparador de cerca viva 700 W Trapp – Focado Na Segurança!

Pros
  • Modelo com foco na segurança
  • Possui sistema de proteção ao usuário
  • Lâminas afiáveis
  • Extensão elétrica
  • Trava para extensão elétrica
Contras
  • Encontramos apenas uma reclamação mediante ao fato de que algumas partes deste modelo aparentam fragilidade

Em seguida nós temos o modelo cujo foco é total na segurança!

Este modelo apresenta uma potência de 700 W, uma velocidade máxima de 10.500 RPM e uma lâmina de 51 cm que apresenta um diâmetro de corte de 18 mm.

Já com relação ao quesito de segurança, este modelo conta com um sistema de proteção ao usuário, onde você poderá utilizá-lo apenas com ambas as mãos, além disso ele ainda possui uma trava para extensão elétrica e lâminas afiáveis.

Aparador Cerca Viva S/fio Black+Decker – Excelente Custo-Benefício!

Pros
  • Excelente custo-benefício
  • Lâmina de dupla ação
  • Corte com até 40% menos vibrações
  • Empunhadura frontal ergonômica
  • Bateria com capacidade para corte de até 330 metros de arbustos com uma única carga
  • Bateria e carregador inclusos
Contras
  • Encontramos reclamações referentes a duração da bateria, que não é das melhores

Mas, se você adora um bom custo-benefício, então confere só este modelo!

Para começar, este modelo funciona sem fio, ou seja, com uma bateria, e a bateria e o carregador já estão inclusos aqui! Este modelo possui uma capacidade de corte de 19 mm, bem como uma lâmina de dupla ação com 56 cm, a qual lhe proporciona um corte com até 40% menos vibrações, com ela você consegue realizar o trabalho sem sofrimentos!

Além disso, a empunhadura frontal é ergonômica, o que lhe permite utilizar o aparador com total controle, podendo usá-lo em diferentes formas, sempre de acordo com a sua necessidade.

Aparador De Cerca Viva A Gasolina Vonder – Para Uso Profissional!

Mas, se o que você quer mesmo é um modelo para uso profissional, então este é o ideal!

Este modelo conta com uma potência de 22,5 cc, bem como uma velocidade máxima de 8.500 RPM e uma faixa de corte de 28 mm. Seu punho traseiro é giratório, contando com até 3 diferentes posições para um melhor manuseio, possui ainda um sistema de 4 molas de aço, responsável por reduzir o nível de vibração do motor também para um melhor manuseio.

Trata-se também de um motor a gasolina, lhe dando autonomia para utilizá-lo por um longo período de tempo sem a necessidade de reabastecimento. E para o abastecimento será necessário uma mistura de gasolina com óleo 2 tempos, em uma proporção de 25:1, ou seja, para cada 1 litro de gasolina você deverá utilizar 40 ml de óleo.

Modelo ideal para aplicações profissionais e em áreas muito extensas!

Pros
  • Modelo ideal para uso profissional e para áreas muito extensas
  • Punho traseiro giratório que pode ser utilizado em até 3 diferentes posições
  • 4 molas de aço para reduzir o nível de vibração do motor
  • Motor a gasolina com possibilidade de utilizar o aparador por longos períodos de tempo
Contras
  • Modelo mais caro desta lista

O que é um aparador de cerca viva?

Para que serve um aparador de cerca viva?

Acima nós lhe mostramos vários modelos de um aparador de cerca viva, mas você sabe dizer para que ela serve?

Basicamente falando, o aparador de cerca viva serve para aparar, podar, cortar e modelar uma cerca viva, ou seja, árvores e arbustos. Então, se você deseja ter aquele jardim bonito e modelo que tanto vemos em filmes, será necessário adquirir um aparador para te ajudar com isso.

Ele é composto por um motor, uma empunhadura e uma “espada” de corte, a lâmina. O tamanho e o material da lâmina varia de acordo com o tipo de trabalho que você for desempenhar, bem como a extensão total da área. Já o motor pode ser a energia, bateria ou a gasolina, mais abaixo focaremos melhor em cada um destes.

Para entender melhor se você precisa ou não de um aparador de cerca viva, vamos dar uma conferida em suas vantagens e desvantagens.

Vantagens e desvantagens de se ter um aparador de cerca viva

Para te ajudar a entender se o aparador de cerca viva é realmente aconselhável para você, nós separamos as vantagens e desvantagens desta ferramenta.

Comecemos então pelas vantagens, onde o aparador substitui a tesoura de jardinagem, fazendo com que todo o serviço de poda seja mais simplificado o possível. Você consegue encontrar um modelo para cada tipo de aplicação, seja para uso residencial, ou até mesmo para um uso mais profissional, bem como o tamanho das lâminas que também varia de acordo com o modelo que você for adquirir ou com o tipo de trabalho que você for desempenhar.

Já com relação as desvantagens, elas dependem mais do tipo do modelo que você irá utilizar. Como por exemplo o modelo a gasolina que acaba gerando bastante poluição, ou então o modelo elétrico que é mais indicado apenas para pequenas áreas. Entretanto, a desvantagem mútua dentre os modelos se dá ao fato deles serem pesados e robustos.

Quando colocamos na balança as vantagens e as desvantagens podemos ver que as vantagens acabam pesando mais. Ou seja, se o seu objetivo é cuidar de sua cerca viva e deixá-la linda, então vale sim a pena adquirir um aparador de cerca viva. Mas qual deles?

Os tipos de aparador de cerca viva

Basicamente nós podemos separar os aparadores de cerca viva em três tipos: elétricos, a gasolina e a bateria. Vamos dar uma olhada em cada um destes para que você possa entender em que tipo de situação eles são aconselhados.

Comecemos pelo aparador a bateria, que é o modelo menos potente aqui, com cerca de 18 V. Este modelo é indicado apenas para trabalhos domésticos, manutenções e para galhos finos. Com ele você não se atém a necessidade de uma tomada elétrica por perto, e costuma também ser o mais barato.

Em seguida nós temos o modelo elétrico, o que costuma ser mais utilizado. Ele é indicado tanto para trabalho doméstico quanto para manutenção, mas a diferença é que ele é mais potente, uma média de 420 W, podendo ser utilizado para galhos médios. A delimitação aqui é que para utilizar este modelo você precisará de uma tomada por perto.

E por fim nós temos os modelos a gasolina, os mais potentes, com uma média de 850 W. Estes modelos são os mais indicados para trabalhos pesados e para uso intenso, quando você possui um terreno bem extenso como por exemplo em uma fazenda. Com ele você também não estará atado a necessidade de tomadas elétricas, porém deve sempre se atentar para o combustível que é utilizado.

Como usar um aparador de cerca viva?

Usar seu aparador não é algo muito complicado, porém há algumas dicas que você deve se atentar. Confere então nossas dicas abaixo para te ajudarem com essa tarefa.

  1. Antes de mais nada, a primeira coisa que você deve ter em mente é com relação aos equipamentos de proteção utilizados. Sapatos e luvas de proteção são ideais para evitar acidentes;
  2. Feito isso, estabeleça agora o sentido do corte, um único sentido irá impor uma maior uniformidade. Sempre inicie pelas laterais, usando ambos os lados da lâmina de modo a sempre fazer um movimento semicircular de cima para baixo;
  3. Quer aparar apenas o topo? Pois então deverá passar a lâmina em um único sentido, posicione-a em um ângulo entre 0 a 10º do topo do arbusto que você deseja cortar;
  4. Há certos modelos que podem ser ajustados e até 90º, o que facilita bastante para a poda em locais mais altos sem que você precise subir em escadas para isso.

Este foi um pequeno passo a passo para te ajudar na hora de utilizar seu aparador de cerca viva, mas nós também separamos mais algumas dicas que podem lhe ser úteis:

  • Nunca use um modelo para podar galhos que ele não consegue, isso poderá apenas danificá-lo;
  • Nunca utilize o aparador de cerca viva perto de outras pessoas;
  • Na hora de modelar sua cerca, faça com que a base fique mais larga do que o topo, assim você fará com que as folhas de baixo recebam o mesmo tanto de luz solar quanto as folhas do topo.

Estas são apenas algumas dicas que poderão lhe ajudar a utilizar seu aparador ao máximo.

Dicas de manutenção para seu aparador de cerca viva

Acima nós lhe ajudamos a como utilizar seu aparador de cerca viva, pois então vamos agora lhe dar algumas dicas de manutenção para garantir sua vida útil ao máximo.

  1. A primeira dica é simples, basta ler o manual de instruções! A maioria das pessoas costuma simplesmente ignorar o manual, mas é através dele que você poderá encontrar informações realmente úteis e que podem lhe ajudar a manter a vida útil de seu aparador;
  2. Sempre antes de utilizar seu aparador verifique se todos os parafusos estão devidamente apertados;
  3. Certifique-se de que as lâminas estejam sempre bem afiadas e lubrificadas, e nunca utilize um aparador em que as lâminas sem corte, pois isto apenas irá sobrecarregá-lo;
  4. Caso opte por um aparador elétrico, não se esqueça de verificar se sua tensão é compatível com a da tomada que você irá utilizar;
  5. Sempre após terminar de usar, limpe bem as lâminas com um pano ou então uma escova, e cubra-as com o protetor que já costuma vir incluso no pacote;
  6. Lembre-se de deixar o aparador sempre bem longe do alcance de crianças.

Dicas de como escolher o melhor aparador de cerca viva!

Qual o melhor aparador de cerca viva?

Acima nós lhe apresentamos vários modelos de aparador, mas como você pode julgar qual deles é o melhor? Pois para te ajudar com isso nós separamos abaixo todos os fatores que você deve levar em consideração na hora de escolher o seu, confere só!

1 – No que você irá utilizá-lo?

Antes de mais nada, a primeira coisa que você deve sempre ter em mente é com relação a utilização, ou seja, no que você irá utilizar o seu aparador de cerca viva? E quando falamos em utilização estamos nos referindo aqui se será para uso residencial ou profissional, se a área que você deseja utilizar seu aparador é muito extensa ou pequena.

Estes são fatores que você deve sempre saber responder na hora de procurar pelo seu aparador, para poder ir direto nos modelos que melhor irão lhe servir aqui.

2 – Elétrico, bateria ou gasolina?

Uma vez que você tenha em mente o uso, o próximo passo é definir se irá utilizar um modelo elétrico, a bateria ou então a gasolina.

Acima nós já passamos brevemente pela explicação de cada um destes modelos, então aconselhamos que você dê uma lida novamente neste tópico acima.

Mas, de maneira bem resumida nós podemos dizer que o modelo a bateria é para locais pequenos e menores aplicações, enquanto o modelo a gasolina é para áreas grandes e aplicações mais profissionais, e o modelo elétrico fica sendo um meio termo entre eles.

3 – Qual a potência do modelo?

Na hora de analisar os modelos, o principal fator que você deve se atentar é para a potência.

A potência deve sempre estar de acordo com a utilização de seu aparador, ou seja, para galhos mais grossos você precisará da maior potência possível, enquanto para uso residencial em galhos finos você não precisa de uma potência tão elevada assim.

Para te ajudar com números mais exatos, para aplicações mais leves uma potência entre 400 e 450 W já poderá lhe ajudar aqui. Já para aplicações intermediárias a potência desejada é entre 500 e 600 W. E por último temos os modelos potentes, focados em aplicações profissionais, onde você buscar modelos com potência sempre acima de 700 W.

4 – Qual o tipo de corte?

Em seguida nós temos a definição entre o tipo de corte, o qual podemos separar em dois tipos: corte simples e corte de ação dupla.

O corte simples é para lâminas de face única, do tipo que se move para frente e para trás, se assemelhando aos movimentos de uma serra. Este tipo de corte é aconselhável para aparar certas de retas e com uma grande extensão, para quando você deseja finalizar trabalhos com maior rapidez.

Já o corte de ação dupla é para lâminas com corte nas duas faces, que se movem em um ritmo intercalado entre si. Isso faz com que as vibrações sejam diminuídas, lhe proporcionando um acabamento mais refinado no trabalho, mas também deixando-a menos eficaz em cortes grandes e retos.

5 – Qual o comprimento das lâminas?

O tamanho das lâminas é o próximo item que você deve sempre estar de olho.

As lâminas podem variar de 40 até 70 cm, e o melhor tamanho depende apenas das dimensões da sua própria cerca viva. Na hora de escolher o comprimento da lâmina, sempre opte por uma que seja capaz de cobrir totalmente a superfície de sua cerca viva.

Em cercas mais altas você pode sempre optar por lâminas maiores, de modo que você não precise subir em escadas ou bancos para alcançar os lugares altos. Entretanto, sempre fique ligado também na profundidade da vegetação, e não apenas no seu tamanho.

6 – Trata-se de um modelo ergonômico?

Um aparador de cerca viva trata-se de um equipamento manual, então é necessário que ele seja ergonômico.

É bom ter em mente que os aparadores são máquinas relativamente pesadas, e que apresentam um alto nível de vibrações, então, de modo que você possa utilizá-las sem problemas e por um longo período de tempo, é necessário sempre buscar por modelos que sejam ergonômicos.

Há modelos que conseguem reduzir o nível de vibrações, justamente pensando em sua comodidade, é sempre uma boa optar por eles. Além disso, com relação ao peso, sempre tenha um limite máximo de peso de até 7 Kg.

7 – Ele é fácil de se usar?

Outro fator é relativo a facilidade de uso, pois de nada adianta adquirir um modelo que você simplesmente não consegue utilizar.

Sempre busque modelos que sejam fabricados em materiais leves, de preferência com empunhadura emborrachada, para reduzir as vibrações e uma textura antideslizante. A dica aqui é sempre conferir se o modelo lhe apresenta comodidade para sua utilização.

8 – O preço também deve sempre ser levado em consideração!

E por último, mas não menos importante, o preço deve sempre ser levado em consideração!

Isso pois, de nada adianta você encontrar o melhor modelo de todos se ele simplesmente estoura o seu orçamento. Então a dica é simples, defina suas necessidades, bem como o seu orçamento, e se atenha a eles. Certamente você conseguirá encontrar um modelo que atenda as suas necessidades sem com isso estourar o seu orçamento.

Agora você já sabe como escolher o melhor aparador de cerca viva!

Acima nós te mostramos incríveis modelos de aparador de cerca viva para você escolher o melhor, bem como um pequeno guia destacando tudo o que você deve levar em consideração na hora de escolher o seu. Agora você já sabe que a melhor maneira de cuidar do seu jardim e de sua cerca viva é tendo em mãos o melhor aparador de cerca viva possível, e agora você já sabe como escolher o seu!

Pensando em adquirir algum dos modelos acima, ou então até mesmo já possui um deles em mãos? Pois então não deixe de nos contar sua opinião a respeito nos comentários abaixo!