Qual O Melhor Pinador Elétrico?

Dependendo do tipo de serviço que você tem pela frente, utilizar um prego e um martelo pode demorar bastante, não concorda? Pois é aí que o pinador elétrico entra em ação!

Ter o melhor pinador elétrico em mãos é certeza de agilidade nos seus trabalhos, bem mais do que um martelo e um prego. E é pensando exatamente nisso que nós trazemos nesse artigo incríveis modelos de pinador elétrico para você escolher o melhor, e assim conseguir realizar seus trabalhos muito mais rapidamente. Além disso, também trazemos à você um pequeno guia destacando tudo o que você deve levar em consideração na hora de escolher o modelo ideal para você.

E então, preparado para ter em mãos o melhor pinador elétrico de todos? Pois então vamos começar!

Qual o melhor pinador elétrico?

Para lhe ajudar a responder essa pergunta nós separamos abaixo alguns incríveis modelos de pinador elétrico, confere só!

Grampeador Pinador Elétrico Gamma G1960 – O Modelo Portátil!

Pros
  • Modelo barato
  • Modelo leve, com apenas 1,25 Kg
  • Ideal para trabalhos simples
  • Possui trava de segurança para evitar acidentes
Contras
  • Não aconselhável para trabalhos mais intensos e pesados
  • Não possui tanta força assim

Que tal começarmos nossa lista com um modelo portátil e ao mesmo tempo o mais barato? Pois estamos falando justamente deste!

Se você procura um modelo de pinador elétrico para trabalhos leves, então este pode muito bem lhe ajudar. Isto pois este pinador é capaz de efetuar até 20 disparos por minuto, ela possui também uma trava de segurança contra acidentes e apenas 1,25 Kg.

Este modelo se utiliza de grampos do Tipo 106 (grampos de 4, 6 e 8 mm), bem como de pinos do Tipo F (pinos de 10 e 15 mm), e o seu uso é indicado para couro, tecido, papelão, madeiras entre outros materiais simples.

Grampeador/pinador Elétrico Vonder GPE 168 – O Pinador Para Uso Artesanal!

Pros
  • Bom modelo para artesanato
  • Modelo leve
  • Capacidade máxima para 100 grampos ou 80 pinos
  • Apresenta uma trava de segurança contra acidentes
Contras
  • Modelo não indicado para uso constante por mais de 30 minutos

Procurando por um pinador elétrico para te ajudar em seus trabalhos artesanais? Pois então este é o modelo ideal para você!

Este modelo possui uma capacidade máxima para 100 grampos, ou 80 pinos, e uma frequência máxima de até 20 disparos por minuto. Assim como o modelo anterior, ele também apresenta uma trava de segurança, a qual apenas permite que o pinador seja ativado quando pressionado, e ele é ainda mais leve, com apenas 1,2 Kg.

Este modelo se utiliza de grampos Tipo F (grampos de 15), bem como pinos de 8 mm e 16 mm, o uso deste modelo é aconselhável para trabalhos de marcenaria, estofaria, artesanato, madeiras que sejam macias, dentre outras aplicações.

Grampeador Pinador Elétrico Vonder GPE 916 – O Modelo Com Mais Agilidade!

Para trabalhos mais intensos, onde você precisa de mais agilidade, este modelo torna-se a melhor opção!

Este modelo possui uma capacidade máxima para 100 grampos ou 100 pinos, bem como uma frequência máxima para até 20 disparos por minuto. Além disso, este modelo também conta com uma empunhadura emborrachada, com um amortecedor de borracha para evitar marcações nas peças, um sistema de trava contra disparos involuntários, e um botão para ajustar a profundidade do seu grampo ou pino.

Este modelo se utiliza de pinos Tipo F (pinos de 15, 20 e 25 mm), bem como de grampos de 16 e 19 mm, este modelo é bom para trabalhos de marcenaria, estofaria, artesanato, madeiras moles, etc. O peso total deste modelo é de 1,6 Kg.

Pros
  • Modelo bastante ágil
  • Capacidade para até 100 grampos ou 100 pinos
  • Empunhadura emborrachada
  • Amortecedor de borracha para evitar marcações nas peças
  • Sistema de trava contra disparos involuntários
  • Botão para ajustar a profundidade do grampo ou do pino
Contras
  • Modelo mais caro dentre os demais

Para que serve o pinador elétrico?

Para que serve o pinador elétrico

Acima nós te mostramos bons modelos de pinador elétrico, mas você sabe dizer efetivamente para que eles servem? Como falamos no início, ele é a ferramenta ideal para você aposentar o martelo e o prego, isso pois a função dele é exatamente colocar pinos e grampos nas peças de madeira.

Ele pode ser utilizado tanto para artesanato, marcenaria e até mesmo em alguns empregos na construção civil. Os grampos aqui funcionam como substitutos aos pregos em diversas ocasiões, dando muito mais conforto e velocidade do que se você utilizasse o martelo e o prego.

Então, se você estiver cogitando utilizar um pinador, a primeira coisa que deve definir é se ele será elétrico ou pneumático.

Pinador elétrico ou pneumático?

Elétrico ou pneumático, qual dos dois é melhor? Pois isso é algo que depende bastante de suas necessidades. Então para que você possa entender melhor a diferença entre ambos, bem como sua empregabilidade, abaixo nós discorremos brevemente sobre cada um destes.

Vamos começar aqui pelo pinador pneumático, o qual funciona através de ar comprimido. Para utilizá-lo é necessário que você o conecte a um compressor de ar que seja compatível. Este modelo apresenta uma potência elevada, mas em contrapartida seu nível de ruído e o seu valor também são elevados.

Passando agora para o pinador elétrico, eles se limitam a pinos com, no máximo, 20 a 30 mm, exatamente por isso são mais aconselháveis para trabalhos delicados e artesanatos. Sua potência é menor do que os modelos pneumáticos, mas seu preço e nível de ruídos também é inferior.

Mas então qual dos dois é melhor? Para responder a essa pergunta tudo depende de no que você irá utilizar o seu pinador. Se o seu objetivo aqui for trabalhos leves e artesanato, então o modelo elétrico pode lhe servir muito bem, mas se deseja utilizá-lo para tarefas mais pesadas, como por exemplo na construção civil, então opte pelos modelos pneumáticos.

Onde usar o seu pinador elétrico?

Como o foco deste artigo é o pinador elétrico, então vamos focar nos usos exclusivos em que você poderá utilizá-lo.

O pinador elétrico é bem mais fácil de se utilizar do que o pneumático, e em alguns deles você ainda possui a opção de utilizar pregos, o que lhe dá uma maior gama de possibilidades. Dentre as tarefas que você pode desempenhar com este pinador, nós podemos destacar:

  • Projetos de artesanato, bem como pequenos projetos de carpintaria e de bricolagem
  • Pequenos consertos ao redor da casa
  • Grampear tapetes
  • Poderá consertar ou instalar cercas
  • O estofamento de móveis também é uma opção a ser trabalhada
  • Dentre diversas outras empregabilidades

Dicas para usar seu pinador elétrico!

Já escolheu seu modelo e está pronto para começar os trabalhos? Pois então fica ligado nas nossas dicas para lhe ajudar a utilizar seu pinador elétrico ao máximo, e sem maiores problemas.

Antes de mais nada, a primeira coisa com que você deve se atentar aqui é com relação as medidas de segurança ao utilizar o seu pinador. Prefira sempre por modelos que possuam funções de trava de segurança, assim você evita acidentes. Tenha sempre em mente que isto não se trata de um brinquedo, ou seja, nada de apontar seu pinador para outras pessoas, e nem deixá-lo ao alcance de crianças, evite também utilizá-lo com muitas pessoas ao redor. Lembre-se também dos equipamentos de proteção, tais como luvas e sapatos de segurança.

O próximo passo aqui é selecionar os pinos certos para o trabalho. A dica aqui é utilizar pinos que sejam três vezes maiores do que a parte com a menor espessura que você deseja pregar. Para exemplificar, caso você queira pregar uma madeira de 10 cm, então deverá utilizar um pino de 30 cm. Mas, se o pino for maior do que a parte mais grossa dessa madeira, então some ambas as partes e fique com um pino que seja um pouco menor do que esta soma.

Para te ajudar com os pinos, abaixo nós separamos os quatro tipos mais comuns. Confira então as principais empregabilidades do Pino Tipo:

  • F – Aconselhado para sapataria, artesanato e trabalhos mais delicados
  • T – Aconselhado para trabalhos onde se necessita de uma maior fixação e de um menor acabamento
  • B – Indicado para a extração dos pinos F
  • C – Indicado para a extração dos pinos T

Dicas de como escolher o melhor pinador elétrico

Como escolher um pinador elétrico

Acima nós te mostramos bons modelos de pinador elétrico, mas como você pode identificar qual deles é o melhor? Pois foi justamente pensando em lhe ajudar a responder esta pergunta que abaixo nós separamos todos os fatores que você deve levar em consideração na hora de tomar sua decisão, confere só!

1 – Comece definindo no que você irá usar seu pinador

A primeira coisa que você deve definir, antes de mais nada, é qual será o uso do seu pinador. Lembrando aqui que estamos falando especificamente do pinador elétrico, o qual é aconselhável para trabalhos de bricolagem, artesanato e similares. Então, se este for o seu objetivo, ótimo, o pinador elétrico pode lhe atender muito bem. Mas, se o que você deseja na realidade é utilizá-lo na construção civil e em trabalhos mais pesados, então o aconselhável é buscar por um pinador pneumático.

2 – Observe a frequência de disparos por minuto

O número de disparos por minuto diz relação a quantidade total de pinos/grampos que seu pinador poderá disparar no período de um único minuto. Como você pode ter notado pelos modelos acima, em um pinador elétrico este número sempre fica numa média de 20 disparos por minuto, o que é um bom número para a maioria dos serviços que você vá realizar.

3 – Qual a capacidade de pinos/grampos de seu pinador?

Imagine só uma capacidade de 20 disparos por minuto em um pinador que suporte apenas 10 pinos por vez. Você teria de recarregá-lo a cada meio minuto, uma taxa extremamente incômoda. Ou seja, fique sempre atento a capacidade total de grampos e pinos que o seu pinador suporta.

O bom aqui é que a maioria dos modelos apresenta uma taxa de, na média, 100 grampos/pinos, o que é um valor que lhe permite trabalhar sem maiores problemas, sem que você tenha de pausar seu trabalho a todo instante para ficar recarregando.

4 – O modelo escolhido apresenta ergonomia?

O pinador certamente é muito mais prático do que usar o martelo e o prego, mas ainda assim trata-se de um trabalho manual. Ou seja, na hora de escolher o seu pinador, tente sempre optar por modelos focados na ergonomia. Modelos que possuam empunhadura emborrachada, e que não sejam muito grandes e nem muito pesados.

Assim você se assegura de conseguir realizar este serviço sem grandes problemas, como por exemplo “se cansar” durante o trabalho e acabar colocando o prego na posição errada, o que lhe daria uma grande dor de cabeça para consertar tudo.

5 – Apresenta trava contra acidentes?

Outra importante função, e que você deve sempre optar por ela, é quanto a trava contra acidentes. A função da trava é justamente impedir o acionamento acidental de seu pinador, o que pode atrapalhar não apenas o seu trabalho, mas também ocasionar acidentes graves. Assim sendo, esta é uma função que você definitivamente não deveria relevar, mas sim optar sempre por modelos que a apresente.

6 – Quais os tipos e as dimensões do pinos e dos grampos?

As dimensões dos pinos e dos grampos utilizados varia conforme o modelo do pinador que você escolher. Para escolher o modelo ideal, depende exclusivamente do tipo de trabalho que você deseja realizar. Acima nós separamos algumas especificações com relação ao tipo de pino e sua empregabilidade e, repetindo, para pinos do tipo

  • F – Aconselhado para sapataria, artesanato e trabalhos mais delicados
  • T – Aconselhado para trabalhos onde se necessita de uma maior fixação e de um menor acabamento
  • B – Indicado para a extração dos pinos F
  • C – Indicado para a extração dos pinos T

7 – Modelo com ou sem fio?

Como estamos falando aqui do pinador elétrico, temos de destacar os modelos com e sem fio. O modelo com fio costuma ser mais potente, porém você estará atado a necessidade de uma tomada próxima ao seu local de trabalho. Já os modelos sem fio lhe dão uma maior mobilidade, mas em contrapartida costumam ser menos potentes e mais caros.

Qual dos dois adquirir depende do seu local de trabalho, se é possível trabalhar com um modelo sem fio ou não, e de até quanto você está disposto a pagar.

8 – Fique de olho nos acessórios extras

Na dúvida entre dois modelos similares? Pois conferir se há acessórios extras inclusos é uma ótima maneira de desempatar esta disputa.

Grampos, pregos, pinos, carregador, bateria extras. Tudo isto pode estar incluso juntamente ao pinador que você deseja adquirir, então vale a pena conferir se há ou não itens extras no pacote.

9 – O preço também deve ser levado em consideração!

E por último, mas não menos importante, o preço é outro fator que você deve levar em consideração.

Isso pois, de nada adianta você ter encontrado o melhor pinador elétrico de todos, se ele simplesmente estoura o seu orçamento, não é mesmo? Pois a dica aqui é simples: defina suas necessidades, bem como o seu orçamento, e se atenha a eles. Certamente você será capaz de encontrar um pinador elétrico que atenda as suas necessidades, sem com isso estourar o seu orçamento no processo.

Agora você já sabe como escolher o melhor pinador elétrico para você!

Acima nós te mostramos alguns bons modelos de pinador elétrico para você escolher o melhor, bem como um pequeno guia destacando tudo o que você deve levar em consideração na hora de escolher o seu. Então, se você tem trabalhos pela frente em que o pinador pode lhe ajudar, a dica aqui é simples: aposente o martelo e o prego e compre o seu pinador elétrico agora mesmo! Pode acreditar, em pouco tempo você sentirá a diferença.

Pensando em comprar algum dos modelos de pinador que trouxemos acima, ou até então já possui algum deles? Pois então não deixe de nos contar sua opinião a respeito nos comentários abaixo!