Melhor Torquímetro Digital

Se você já teve de trocar pneus alguma vez, então você sabe a dificuldade que é, não é mesmo? Pois nessas horas ter um bom torquímetro digital em mãos faz toda a diferença! Mas claro, o torquímetro digital não é uma ferramenta útil apenas para trocar pneus, sendo que ele também pode te ajudar em várias outras aplicações.

Assim sendo, nós separamos abaixo incríveis modelos de torquímetro digital, de modo que você possa escolher o melhor. Além disso, nós também separamos um pequeno guia destacando tudo o que você deve levar em consideração na hora de escolher o seu modelo.

Então, se você quer ter um bom torquímetro digital em mãos o quanto antes, é só continuar por aqui com a gente!

Qual o melhor torquímetro digital?

Para te ajudar a responder essa pergunta nós separamos abaixo incríveis modelos de torquímetro digital para você escolher o melhor, então confere só!

Torquímetro Digital Eletrônico Com Adaptador – O Mais Baratinho!

Comecemos então nossa lista com o modelo mais baratinho, mas que ao mesmo tempo cumpre bem sua função!Este modelo apresenta 5 configurações de medição de torque, variando de 40 a 200 Nm. Além disso, ele ainda é capaz de armazenar suas últimas 50 medições, possui um visor de LCD, um alarme sonoro para indicar o nível de aperto e sua bateria lhe dá uma autonomia para até 55 horas de uso.

Acompanham este modelo um estojo plástico para transporte e armazenagem.

Pros
  • Modelo barato
  • 5 configurações para medição de torque, variando de 40 a 200 Nm
  • Capaz de armazenar as últimas 50 medições
  • Visor de LCD
  • Alarme sonoro para indicar o nível de aperto
  • Bateria com autonomia para até 55 horas de uso
  • Acompanha um estojo plástico
Contras
  • Não encontramos reclamações referentes a este modelo em específico

Torquímetro Digital Stanley – Excelente Custo-Benefício!

Pros
  • Ótimo custo-benefício
  • Torque variável de 6,9 a 135 Nm
  • Cabeça feita em aço cromo vanádio e corpo em alumínio
  • Apito sinalizador para quando o torque escolhido for atingido
  • Modelo testado e aprovado em condições extremas
  • Cabeça intercambiável para calibração facilitada
  • Modo de rastreamento selecionável
  • Retenção do valor de pico
  • Desligamento automático após 5 minutos sem uso
  • Acompanha uma maletinha para transporte
Contras
  • Não encontramos reclamações referentes a este modelo em específico

Mas, se o que você gosta mesmo é de um bom custo-benefício, então confere só este torquímetro digital!

Este modelo é capaz de alcançar torques de 6,9 a 135 Nm, alcance perfeito para a maioria das aplicações. Sua cabeça é feita em aço cromo vanádio, e seu corpo em alumínio, visor de LCD mostrando o torque alcançado e um apito para sinalizar quando o torque escolhido for atingido.

Além disso, este modelo foi testado e aprovado para condições extremas, possui uma cabeça intercambiável para uma calibração facilitada, um modo de rastreamento selecionável, retenção do valor de pico e um desligamento automático após 5 minutos sem uso. Acompanha este modelo uma maletinha para transporte.

Torquímetro Digital Tork D Tramontina – O Melhor!

Pros
  • Modelo mais completo
  • Torque variável de 17 1 340 Nm
  • Torque pode ser aplicado no sentido horário ou anti-horário
  • Cabeça em aço cromado molibdênio, tambor em aço carbono e acabamento cromado
  • Visor digital
  • Apito para indicação do torque desejado
  • Possível pré-configurar até 9 memórias de torque de trabalho
  • Possível salvar até as 250 últimas leituras de torque
  • Cabo RS232 para descarregar informações via software de planilha de dados
  • Empunhadura dupla injeção em borracha e plástico
  • Sistema quick release, para solta rápida
  • Acompanham este modelo um estojo, um cabo RS232, um CD de instalação e duas baterias AA.
Contras
  • O preço deste modelo é bastante elevado

Mas se o que você quer mesmo é ir direto para o melhor torquímetro digital, então este é o modelo certo!

Este torquímetro é indicado para a linha de frente em manutenção automotiva, laboratórios de teste, linhas de montagem industrial, ou seja, para trabalhos profissionais, quando a precisão é requerida acima de tudo. Ele conta com uma variação de torque entre 17 a 340 Nm, sendo que o torque pode ser aplicado tanto no sentido horário quanto anti-horário. Este modelo possui cabeça em aço cromo molibdênio, tambor em aço carbono e um acabamento cromado.

Além disso, este modelo conta com um um visor digital, um apito que indica quando o torque estabelecido é alcançado, possível pré-configurar até 9 memórias de torque de trabalho, um sistema de armazenamento interno para salvar até as 250 últimas leituras de torque, cabo RS232 para descarregar informações via software de planilha de dados, empunhadura dupla injeção em borracha e plástico e um sistema para solta rápida.

Acompanham este modelo um estojo, um cabo RS232, um CD de instalação e duas baterias AA.

Para que serve um torquímetro?

Para que serve o torquímetro digital?

Acima nós te mostramos vários modelos de torquímetro digital, mas você sabe dizer para que serve um torquímetro?

O torquímetro é uma ferramenta que definitivamente não pode faltar em uma oficina mecânica, pois sua ideia aqui é apertar parafusos e porcas. O torquímetro possui o formato de uma pequena haste metálica, sendo que em um de seus lados há um furo, que é exatamente onde você irá encaixá-lo no parafuso ou porta que deseja apertar ou retirar, e no outro lado há a empunhadura.

Aqui nós podemos fazer um paralelo entre o torquímetro e a chave de roda, pois a função dos dois é praticamente a mesma. Entretanto, se você já teve de usar uma chave de roda alguma vez então sabe o quão difícil e trabalhoso é, principalmente nos parafusos mais apertados.

A praticidade do torquímetro é justamente essa, você não tem nenhum tipo de esforço aqui, é só definir o torque que você irá utilizar e pronto. Além disso, utilizar o torquímetro trata-se de um trabalho bem mais rápido do que a chave de roda, e em uma oficia mecânica tempo é dinheiro!

E claro, não apenas em oficinas mecânicas, você também pode ter um torquímetro para uso pessoal. Ter um torquímetro digital guardado no carro pode lhe ajudar a trocar um pneu quanto for necessário.

Como usar um torquímetro

Não há qualquer tipo de segredo na hora de usar o torquímetro, sendo na realidade uma ferramenta bastante simples de se utilizar. Como dissemos acima, a função do torquímetro é afrouxar e apertar porcas e parafusos, sendo que ele atua nas seguintes unidades de medida:

  • Nm – Newton Metro
  • Kgf.m  Quilograma-força Metro
  • Lbf.ln – Libra-força Polegada

Todas estas unidades de medida correspondem ao “torque” do modelo, e é importante ficar atento a como cada modelo apresenta uma faixa variada em torque. Como neste artigo nós estamos nos referindo ao torquímetro digital, vamos nos ater a ele neste pequeno passo a passo de utilização.

  1. Programe no seu torquímetro digital o torque que você deseja utilizar. Muito cuidado aqui, principalmente para apertar, pois você nunca deve ir direto para o torque máximo apenas para “ter mais força”. Utilizar um torque muito alto pode acabar danificando ou então emperrando o parafuso;
  2. Agora é só colocar seu torquímetro sobre o parafuso que você deseja apertar ou afrouxar e começar a girar o seu torquímetro;
  3. No momento em que você ouvir um apito sonoro isso significa que você alcançou o torque desejado, e que neste momento é hora de retirar o seu torquímetro e finalizar o trabalho.

Viu só como é bastante fácil utilizar um torquímetro digital? Mas, se você ainda tem dúvidas, então confere só esse vídeo abaixo mostrando o torquímetro digital em ação:

Quais os tipos de torquímetro existem?

Aqui neste artigo nós estamos focando exclusivamente no torquímetro digital, mas é importante ter em mente que este não é o único tipo que existe. Então, para você entender e conhecer melhor sobre os tipos de torquímetro que existem, nós separamos abaixo uma pequena explicação sobre eles, confere só!

Comecemos pelo torquímetro vareta, cujo formato realmente parece o de uma vareta. Este torquímetro conta com uma régua acoplada, e é através dela que você pode observar o torque momentâneo conforme você o utiliza. Ou seja, é bom ficar sempre de olho, pois assim que o torque desejado for alcançado você deve parar de aplicar força no torquímetro.

Em seguida nós temos o torquímetro de estalo, onde com o apertar de um único botão você já consegue definir o torque que irá utilizar. Conforme você for utilizando o torquímetro, você ouvirá um estalo lhe informando quando o torque desejado tiver sido atingido (daí o nome), significando que é hora de parar o trabalho.

E por último há o torquímetro digital, o objetivo central aqui deste artigo. Neste torquímetro você deve programar o torque que deseja antes de começar a utilizá-lo e, uma vez que já o esteja utilizando, basta ficar atento ao sinal sonoro que irá indicar que o torque foi atingido, e quando ouvi-lo você deve parar o trabalho. Alguns torquímetros digitais também possuem o auxílio de luzes de LED.

Dicas de como escolher o melhor torquímetro!

Qual o melhor torquímetro digital?

Acima nós te apresentamos alguns incríveis modelos de torquímetro digital, mas como você pode definir qual deles é o melhor para você? Pois para te ajudar com isso nós separamos abaixo alguns fatores que você deve sempre levar em consideração na hora de tomar fazer sua escolha, acompanhe.

1 – No que você irá utilizá-lo?

Antes de mais nada, a primeira coisa que você deve definir é para que você deseja um torquímetro, no que você irá utilizá-lo. Você deseja um torquímetro para sua oficina mecânica ou apenas para uso residencial, como hobby ou até mesmo para sua bicicleta? Saber isso faz diferença para quando você for escolher por um modelo.

Se você deseja um torquímetro apenas para uso residencial, ou para sua bicicleta, então você pode ir atrás de modelos mais específicos, que não sejam muito profissionais e que ainda assim lhe atendam bem. Mas, se você deseja um torquímetro digital para sua oficina mecânica ou para aplicações profissionais, então deve ir atrás de um mais “robusto”.

2 – O digital é realmente o melhor para você?

Acoplado ao item anterior, você sabe dizer se o torquímetro digital é realmente o melhor para você? Se você o deseja apenas para uso residencial e para hobby, então talvez um outro modelo, como o vareta, seja melhor para você.

Nós já falamos acima sobre os principais tipos de torquímetro, então a dica aqui é que você dê uma lida neste tópico acima, para ter certeza de que o digital é realmente o que você quer.

3 – Qual a abrangência do torque?

Uma vez que você já tenha definido no que irá usar seu torquímetro, e que o digital é mesmo aquele que você busca, agora temos de ir então para o primeiro fator a ser observado no seu torquímetro: o torque!

Aqui é bom ter em mente que nem sempre o modelo com o maior torque é o melhor, torque este que pode ir a até mais de 300 Nm, sendo que o ideal mesmo é optar pela variação. Há modelos com uma variação grande, mas que nem sempre contam com o maior torque da categoria, e ainda assim estes são os modelos que você deve sempre optar. Sempre tenha em mente que há momentos em que você deverá utilizar um torque baixo e momentos que deverá utilizar um torque alto, então ter essa gama de possibilidades é sempre uma boa ideia.

Focando agora com relação ao uso, se você deseja utilizar o torquímetro digital em oficinas mecânicas e trabalhos pesados, o melhor é optar sempre pelo torque máximo. Mas, para o uso residencial, um torque médio já conseguirá lhe ajudar bem.

4 – Qual material utilizado em sua fabricação?

Do que seu torquímetro é feito? Tenha sempre em mente que você precisará imprimir força em seu torquímetro, então se ele for feito de um material pouco resistente ele poderá envergar ou até mesmo quebrar. Confira sempre o material de sua confecção, e suspeite quando a descrição não o especificar, assim você conseguirá evitar problemas futuros.

E já que estamos falando sobre material usado na confecção do modelo, não deixe de avaliar sua ergonomia., Confira se o cabo é anatômico ou oferece algum tipo de emborrachamento para uma melhor pegada. Acredite, um revestimento emborrachado ajuda bastante para quando você estiver aplicando força em seu torquímetro.

5 – Confira quantas leituras é possível armazenar

Aqui nós estamos focando no torquímetro digital, e uma de suas características é a possibilidade de armazenar leituras anteriores. Isso é particularmente útil em uma oficina mecânica, onde você poderá armazenar o torque utilizado nos últimos veículos, de modo a ter um certo controle sobre seu trabalho.

Há modelos capazes de armazenar as últimas 250 leituras de torque, e até mesmo pré-configurar memórias de torque. O recurso de pré-configuração é bastante útil, pois você já pode deixar o torque certo para determinado veículo armazenado, e assim apenas acessá-lo diretamente, ao invés de ter de programá-lo em toda utilização.

Sempre confira estas aplicações quando for optar pelo seu modelo de torquímetro digital, e tenha em mente uma média que poderá atender as suas necessidades. Talvez armazenar as últimas 250 leituras de torque não lhe seja necessário, mas as 100 últimas sim.

6 – De olho na bateria

Qual a autonomia da bateria de seu torquímetro digital? Você consegue utilizá-lo no trabalho desejado sem que ele te deixe na mão e seja necessário recarregá-lo?

Se tratando de um modelo digital, atenção extra a bateria é necessária, pois assim você consegue melhor mensurar se o modelo não irá lhe deixar na mão quando você mais precisar. A dica aqui é sempre procurar por modelos que lhe permitam uma autonomia de, pelo menos, um dia de aplicação. Assim você consegue utilizar seu torquímetro durante todo um dia de trabalho, e o carregando no final.

7 – E o preço deve sempre ser levado em consideração

E por último, mas não menos importante, o preço deve sempre ser levado em consideração.

De nada adianta você encontrar o melhor torquímetro de todos se ele simplesmente estoura em muito o seu orçamento. Então a dica aqui é simples, basta definir suas necessidades e o seu orçamento, e se ater a eles. Certamente você será capaz de encontrar um modelo de torquímetro digital que atenda as suas necessidades sem com isso estourar o seu orçamento!

Agora você já sabe como escolher o melhor torquímetro digital!

Acima nós te apresentamos incríveis modelos de torquímetro digital para você escolher o melhor, bem como um pequeno guia destacando tudo o que você deve levar em consideração na hora de escolher o seu. Ou seja, agora é chegada a hora de você aposentar a chave de roda de uma vez por todas, e abraçar seu torquímetro digital o quanto antes!

Pensando em adquirir algum dos modelos citados acima, ou então até mesmo já possui algum deles? Pois então não deixe de nos contar sua opinião sobre ele nos comentários abaixo!