Melhor Torquímetro Principais Modelos

Um torquímetro é definitivamente uma ferramenta que todo mecânico deve ter em mãos, mas não apenas mecânicos. Nós dizemos que não apenas mecânicos, pois ter um torquímetro em casa pode ser útil, seja para seu veículo ou até mesmo para uma bicicleta.

Pois foi pensando exatamente nisso que nós trazemos aqui para você incríveis modelos de torquímetro para você escolher o melhor. Assim você não mais terá problemas na hora de apertar aquele parafuso do seu veículo, seja lá ele qual for.

Então, se você quer conferir de uma vez por todas qual o melhor torquímetro, é só continuar aqui com a gente!

Qual o melhor torquímetro?

Para responder a essa pergunta nós separamos incríveis modelos de torquímetro abaixo, então confere só!

Torquímetro De Vareta WAFT – O Mais Barato!

Pros
  • Modelo mais barato
  • Acabamento cromado, com corpo e cabeça em aço-agulha
  • Cabo confortável e anatômico
  • Possibilidade de definir um valor estabelecido para o torque e utilizá-lo para apertar parafusos
  • Também utilizado para medir a resistência dos metais à torção
Contras
  • Não encontramos reclamações referentes a este modelo

Começamos nossa lista com o modelo mais barato, mas que ao mesmo tempo não decepciona!

Este torquímetro é do tipo vareta, com um cabo de 47 cm, o qual apresenta dados técnicos em uma escala de 0 a 20 MKP e de 0 a 150 pés/libras. Ele possui um acabamento cromado, com corpo e cabeça em aço-agulha, apresentando um cabo que é confortável e anatômico, seu encaixe é quadrado de 1/2 e 3/8.

Com este torquímetro você poderá definir um valor estabelecido de torque para apertar parafusos, bem como medir a resistência dos metais à torção.

Torquímetro De Estalo MTX – Excelente Custo-Benefício

Pros
  • Excelente custo-benefício
  • Ajuste de torque com trava
  • Torque entre 42 a 210 Nm
  • Feito em aço cromo-vanádio
  • Possível limitar a fixação e o aperto em parafusos
Contras
  • A única reclamação que encontramos deste modelo é referente ao seu manual não ser claro

Mas, se você é do time do custo-benefício, então confere só este modelo!

Este torquímetro é do tipo estalo, com um encaixe de 1/2 pol, apresentando ainda um ajuste de torque com trava que pode ser configurado entre 42 e 210 Nm. Fabricado em aço cromo-vanádio, ele lhe permite limitar precisamente a fixação e o aperto, além disso ainda pode ser utilizado como chave-catraca.

Torquímetro Ocarina ICE TOOLZ – O Torquímetro Para Bicicletas

Pros
  • Torquímetro ideal para bicicletas
  • Ajuste do torque entre 3 e 10 N
  • Modelo pequeno e portável
  • Alça para aperto ergonômica
  • Acompanham uma ponta Tork T-25 e 4 pontas Allen
Contras
  • Modelo não aconselhável para trabalhos mais pesados

Focando agora exclusivamente nas bicicletas, este é o torquímetro ideal para elas!

Este torquímetro apresenta um ajuste de torque de 3 a 10 N, além disso, sua alça para aperto é focada totalmente na ergonomia do operador. Este é o modelo ideal para ser utilizado em bicicletas ou então para hobby.

Este modelo ainda acompanha uma ponta Tork T-25, e 4 pontas Allen de 3, 4, 5 e 6 mm.

Torquímetro Digital Stanley – O Melhor!

Pros
  • Modelo Digital
  • Boa faixa de torque, entre 6,8 a 135 Nm
  • Possibilidade de realizar leitura digital do torque escolhido
  • Sinal sonoro e luz de Led para sinalizar quando o torque escolhido é atingido
  • Desligamento automático após 5 minutos sem uso
  • Cabeça intercambiável para uma calibração facilitada
  • Modo de rastreamento selecionável
  • Retenção do valor de pico
  • Acompanha uma maletinha plástica personalizada
Contras
  • Seu valor é bem mais caro do que os demais modelos

E por último nós trazemos o nosso favorito aqui, o torquímetro digital Stanley!

Este modelo alcança torques entre 6,8 a 135 Nm, este amplo alcance é ideal para a maioria das aplicações. Além disso, você ainda pode realizar a leitura digital do valor de torque escolhido, tendo até mesmo um sinal sonoro e luz de Led para lhe avisar assim que o torque escolhido for atingido.

Este modelo apresenta ainda um desligamento automático após 5 minutos parado, uma cabeça intercambiável para que a calibração seja facilitada, modo de rastreamento selecionável, retenção do valor de pico e uma maletinha plástica personalizada para seu transporte e proteção.

O que é um torquímetro?

O que é um torquímetro?

Antes de mais nada, você sabe dizer para que serve um torquímetro?

Basicamente falando, a sua função consiste em dar aquele aperto final em porcas e parafusos, normalmente em veículos. Ou seja, esta é a ferramenta necessária para qualquer mecânico, e em qualquer oficina. Mas, caso você não seja nem mecânico e nem possua uma oficina, sem problemas, pois ainda assim o torquímetro pode lhe ajudar aqui.

Isso pois ele poderá lhe ajudar no seu veículo mesmo, ou então até mesmo com sua bicicleta. Se alguma vez você já precisou apertar parafusos e porcas de rodas, então você sabe o quão difícil essa atividade pode ser, não é mesmo? E é exatamente nisso que ele poderá lhe ajudar aqui!

Mas claro, sua função não se atém a “só” apertar. Pois você sabe que no caso de pneus, apertar tanto para mais quanto para menos pode ser prejudicial. O torquímetro se destaca justamente pois com ele você pode medir o torque que está utilizando, fazendo com que o seu ajuste seja extremamente preciso, nem para mais e nem para menos.

Como usar um torquímetro

Já com relação ao funcionamento, o torquímetro é uma ferramenta bastante intuitiva.

Sendo sua função apertar parafusos e porcas, ele pode apresentar até três unidades de medida:

  • Nm – Newton Metro
  • Lbf.In – Libra-força Polegada
  • Kgf.m – Quilograma-força Metro

O medidor geralmente fica em sua base, de modo que você possa ficar sempre atento a força utilizada. Importante também levar em consideração que cada modelo possui um valor máximo de torque que você poderá utilizar.

Após selecionar o valor que você pretenda utilizar, e com a ajuda do extensor e da chave de encaixe, é só montar o torquímetro e encaixá-lo no parafuso que você deseja retirar ou apertar. A cada vez que você girar seu torquímetro, você estará inserindo ou retirando uma pressão sobre aquele parafuso.

Mas, caso você prefira ver as coisas sendo feitas para entender melhor seu funcionamento, então é só dar play no vídeo abaixo:

Os principais tipos de torquímetro

Quando falamos em torquímetros, há três tipos diferentes que se destacam: vareta, estalo e digital. Acima nós lhe apresentamos um modelo de cada, então vamos agora tratar de suas diferenças para que você possa entendê-los melhor, acompanhe.

A começar pelo torquímetro vareta, seu formato é realmente similar ao de uma vareta. Nele você pode observar o torque através de uma régua acoplada, conforme você o utiliza. Ou seja, assim que ele atinge ao valor de torque que você deseja, é necessário que você pare de aplicar força nele.

Já no torquímetro de estalo a coisa é mais simples, pois apenas apertando um botão você já é capaz de definir o torque que irá utilizar. Enquanto estiver o utilizando, e assim que atingir ao torque desejado, você irá ouvir um estalo lhe informando.

Em seguida nós temos o torquímetro digital, onde você programa o torque desejado antes de começar a utilizá-lo, e depois, quando já o estiver usando, é só aguardar o sinal sonoro lhe informando que aquele torque foi atingido. Quando este sinal for soado, você deverá parar o movimento. Além do sinal sonoro, alguns modelos utilizam também luzes de led.

Dicas de como escolher o melhor um torquímetro

Como escolher o melhor torquímetro?

Acima nós lhe mostramos incríveis modelos de torquímetro, mas como você pode decidir qual deles é o melhor? Pois para lhe ajudar com isso nós separamos abaixo todos os fatores que você deve levar em consideração, confere só!

1 – Comece definindo para que você irá utilizá-lo

Antes de mais nada, a primeira coisa que você deve ter em mente é para que você deseja ter um torquímetro. Você irá utilizá-lo apenas residencialmente, ou será profissionalmente em sua oficina? Ou então você deseja um apenas para sua bicicleta e para hobby? Tudo isto faz diferença na hora de tomar sua decisão.

Como você pode bem observar, acima nós até mesmo separamos um modelo que é exclusivo para bicicletas, ou seja, se você deseja um torquímetro para seu carro, então ele não é aconselhável. Mas no caso de um para sua bicicleta, aí ele já se torna a melhor opção. Com isso você pode notar que a primeira coisa que você deve ter em mente é com relação a utilização de seu torquímetro.

2 – Defina o tipo

Tendo definido no que você irá utilizá-lo, então agora é hora de definir qual o melhor para você: vareta, estalo ou digital. Aqui nós aconselhamos que você dê uma lida acima no tópico onde explicamos as diferenças entre cada um deles, para que você possa definir qual é o melhor para você.

Mas cuidado, muitas vezes você pode até desejar um determinado tipo, como o digital por exemplo, mas ele ser mais caro do que o esperado e você ter acabar de migrando para um tipo mais barato. O melhor mesmo é verificar se você realmente precisa daquele tipo, e se um outro tipo não poderia igualmente lhe servir bem.

3 – Fique de olho no torque

Com tudo isso definido, o torque é o principal fator a se ficar atento, afinal de contas, é aqui que você irá definir a força de seu torquímetro.

E aqui é importante que você não se apegue somente ao torque máximo, o qual pode chegar até 210 Nm em alguns modelos, mas também a variação de torques que o modelo oferece. Em alguns casos, um modelo que possui uma variação muito grande, mas não tenha um torque que chegue até 210 Nm, poderá lhe ser mais útil devido a sua gama de possibilidades do que um modelo com torque máximo mas com baixa variação.

E, com relação ao uso, caso você deseje um modelo para trabalhos mais pesados e usar em oficinas, então o melhor é ir sempre atrás do torque máximo. Mas, no caso de uso residencial, então um torque intermediário já irá lhe servir muito bem.

4 – Qual o material utilizado na fabricação?

O material utilizado na fabricação, bem como a qualidade, do modelo que você planeja adquirir é outro fator que você definitivamente deve levar em consideração. Aqui é necessário que você se lembre que você precisará aplicar força em seu torquímetro, então o mínimo que se espera é que ele resista a essa força aplicada, não é mesmo? Ou seja, conferir de que material o modelo é feito é importante para evitar problemas futuros.

Aliado a isso, também é necessário conferir se o modelo lhe oferecer algum tipo de conforto em sua pegada, se o cabo dele é anatômico ou não. Revestimentos emborrachados podem ajudar bastante quando você estiver aplicando força sobre a ferramenta.

5 – De olho nas polegadas

Quando falamos em polegadas, estamos nos referindo ao encaixe do torquímetro.

Modelos de 1/2 e 3/8 polegadas são os mais comuns, mas esse não é um valor padrão. Alguns modelos tem até mesmo mais de um tipo de encaixe, o que pode lhe ajudar bastante dependendo dos serviços que tiver pela frente. Ou seja, é sempre necessário avaliar isso antes de fechar negócio, do contrário você irá correr o risco de adquirir um modelo que simplesmente não encaixa onde você quer utilizá-lo.

6 – E claro, o preço também deve ser levado em consideração

E por último, mas não menos importante, o preço deve também sempre ser levado em consideração.

Pois de nada adianta você ter encontrado aquele torquímetro dos seus sonhos se ele simplesmente estoura o seu orçamento. Então a dica aqui é simples, defina suas necessidades, bem como o seu orçamento, e se atenha a eles. Certamente você encontrará um modelo que atenda as suas necessidades, sem com isso estourar o seu orçamento!

Agora você já sabe como escolher o melhor torquímetro para você!

Acima nós lhe apresentamos diversos modelos de torquímetro para você escolher o melhor, bem como um pequeno guia destacando tudo o que você deve levar em consideração na hora de sua escolha. Ou seja, não importa se é para uso profissional ou residencial, agora é só você ir atrás do seu torquímetro e colocar a mão na massa!

Pensando em adquirir algum dos modelos citados acima, ou então já até mesmo possui algum deles? Pois então não deixe de nos contar sua opinião a respeito nos comentários abaixo!