Melhor Triturador Orgânico

Se você mora onde há um jardim extenso, então sabe da dificuldade que é cuidar dele e deixar tudo perfeito, principalmente com os galhos. Então, para você que não sabe mais o que fazer com os galhos das árvores e demais materiais orgânicos, a dica é contar com um bom triturador orgânico!

Com o triturador orgânico você consegue descartar os restos da poda, e de maneira a não causar danos ao meio ambiente. Pois foi pensando nisso que aqui neste artigo nós separamos os melhores modelos de triturador orgânico para você. Além disso, nós também preparamos um pequeno guia destacando tudo o que você deve levar em consideração na hora de escolher o seu modelo!

Então, se você quer lidar com os galhos de uma vez por todas, e deixar seu jardim perfeito, é só continuar aqui com a gente!

IMAGEMTRITURADOR ORGÂNICO

Trapp – TRF50
  • Modelo Barato
  • Lâminas de corte feitas em aço
Verificar Preço →

Trapp – TR200
  • Funil pode ser removido
  • Facas fixadas diretamente no eixo do motor
Verificar Preço →

Tramontina – TR025
  • Trava de segurança
  • Rodinhas para melhor movimentação
Verificar Preço →

CID – CID30
  • Galhos podem ser tortos e ramificados
  • Conta com um sistema de segurança
Verificar Preço →

Trapp – BIO300
  • Melhor modelo da categoria
  • Possui 2 facas e 28 martelos
Verificar Preço →

Qual o melhor triturador orgânico?

Para te ajudar a responder essa pergunta nós separamos abaixo incríveis modelos de triturador orgânico para você escolher o melhor, então confere só!

Triturador Orgânico Forrageiro Trapp TRF50 – O Mais Baratinho!

Pros
  • Modelo Barato
  • Construído em chapa de aço com espessura de 2,65 mm
  • Lâminas de corte feitas em aço
  • Funil com capacidade para 7,5 litros
  • Acompanha 1 funil do grão e 3 peneiras
  • Ideal para sementes, cascas de cereais, cana de açúcar, capim, mato, etc.
Contras
  • Modelo não indicado para galhos muito grossos

Comecemos então nossa lista com o modelo mais baratinho, mas que ao mesmo tempo não te deixa na mão!

Este modelo apresenta uma potência de 1,5 CV, bem como uma frequência de 60 Hz e uma tensão de 220 V. Ele é construído em uma chapa de aço com espessura de 2,65 mm, e com lâminas de corte feitas em aço especial. Além disso, este modelo apresenta uma capacidade de funil para 7,5 litros, 2 martelos do tipo fixo e 2 facas. Suas dimensões (A x L x P) são de 107,5 x 53,5 x 69 cm e com um peso de 26,24 Kg.

Acompanham este produto 1 funil do grão e 3 peneiras, modelo ideal para sementes, cascas de cereais, cana de açúcar, capim, mato e similares.

Triturador Orgânico Bivolt Trapp – Modelo Ideal Para Pequenas Aplicações!

Pros
  • Modelo ideal para pequenas aplicações
  • Possibilidade de obter adubo orgânico com restos de frutas e vegetais
  • Modelo bivolt
  • Funil pode ser removido
  • Facas fixadas diretamente no eixo do motor
  • Trava de segurança para evitar acidentes
Contras
  • Modelo não indicado para galhos grossos

Este é o modelo ideal para pequenas chácaras, agricultura orgânica e hortas, podendo também ser utilizado em folhagens, galhos de pequena espessura, e restos de frutas e vegetais para a obtenção de adubo orgânico.

Este modelo conta com uma potência de 1,5 CV, ele é bivolt e ainda permite a remoção do funil. Além disso, este modelo conta também com facas que são fixadas diretamente no eixo do motor, e uma trava de segurança para evitar acidentes.

Triturador Orgânico Elétrico Tramontina – Ótimo Custo-Benefício!

Pros
  • Ótimo custo-benefício
  • Fabricado em chapa de aço reforçado com pintura eletrostática a pó
  • Três lâminas de corte, uma central e duas laterais, fabricadas em aço carbono de alta qualidade e com tratamento térmico
  • Trava de segurança
  • Grade de proteção
  • Rodinhas para melhor movimentação
  • Sistema de aterramento contra choques elétricos
Contras
  • Necessário ficar atento ao que não se pode triturar com este modelo

Mas, se você faz parte do time do custo-benefício, então este modelo é o certo para você!

Este modelo conta com uma potência de 2 HP, uma frequência de 60 Hz e é bivolt (127 V/220 V). Além disso, este modelo é fabricado em chapa de aço reforçado, apresenta uma pintura eletrostática a pó, ao todo são três lâminas de corte (uma central e duas laterais) que são fabricadas em aço carbono de alta qualidade e tratamento térmico, uma trava de segurança contra o acionamento do triturador com o funil aberto e uma grade de proteção que impede o acesso das mãos nas lâminas de corte.

O que se pode triturar neste modelo: legumes, frutas, verduras, aparas de cerca-viva e grama, flores secas, folhas, palhas, restos de alimento, galhos verdes pequenos com diâmetro de até 1 polegada.

O que não se pode triturar neste modelo: Papel de revista, vidro, metal, plástico, pedra, baterias, pilhas, galhos mais grossos do que o aconselhável.

Triturador de Galhos Verdes CID – Modelo Ideal Para Galhos!

Pros
  • Modelo para galhos ramificados
  • Permite triturar galhos de até 3 cm de diâmetro
  • Galhos podem ser tortos e ramificados
  • Conta com um sistema de segurança
Contras
  • Importante ficar atento ao diâmetro máximo dos galhos suportados

Quer um triturador orgânico focado nos galhos? Pois então este é o modelo!

Este modelo apresenta uma potência de 2 CV, uma frequência de 60 Hz e é bivolt. Este modelo lhe permite triturar galhos de até 3 cm de diâmetro, podendo ser ramificados e tortos, ou seja, sem precisar que você corte suas ramificações e deixe-os retos. Além disso, ele conta também com um sistema de segurança para deixar as mãos sempre longe do triturador.

Triturador Orgânico/Compostagem Trifásico Trapp – Escolha TOP!

Pros
  • Melhor modelo da categoria
  • Potência de 10 CV
  • Modelo trifásico
  • Conta com um conjunto de rodas para melhor mobilidade
  • Funil lateral recolhivel
  • Possui 2 facas e 28 martelos
  • Capaz de triturar galhos com até 8 centímetros de diâmetro
  • Produção de 4 a 6 m³/h
Contras
  • Modelo mais caro da categoria

E por último nós temos o nosso modelo campeão aqui!

Este modelo apresenta uma incrível potência de 10 CV, além de ser trifásico e movido por um motor elétrico. O triturador conta com um conjunto de rodas para garantir mobilidade ao modelo, e o seu funil lateral pode ser recolhido junto à máquina, o que facilita seu transporte. Além disso, este modelo possui 2 facas e 28 martelos, sendo capaz até mesmo de triturar galhos com até 8 centímetros de diâmetro!

Para que serve um triturador orgânico?

Para que serve um triturador orgânico?

Acima nós te apresentamos vários modelos, mas você sabe dizer para que serve um triturador orgânico?

A função principal do triturador orgânico é triturar todo aquele material orgânico de seu jardim, folhas, galhos, grama cortada, capim, restos de vegetais e frutas, etc.

A ideia aqui é que você diminua o volume de seu “lixo”, e em alguns casos podendo até mesmo fabricar adubo, o que é útil para donos de hortas. Abaixo vamos focar nas vantagens que você têm ao adquirir um bom triturador orgânico, então confere só!

Quais as vantagens de se ter um triturador orgânico?

Independente do modelo escolhido, você sempre terá direito a algumas das vantagens do triturador orgânico, em especial para quem possui um espaço com hortas e jardins. Poder reutilizar todos os resíduos após triturá-los certamente é algo que ajuda não somente a você, mas também ao meio ambiente. Mas analisemos agora as suas principais vantagens.

Ao triturar ervas daninhas e demais detritos além de retirá-los de seu jardim, você também contribui ao meio ambiente, pois ao invés de apenas descartá-los no lixo é possível reutilizá-los para nutrir a terra.

Caules, galhos, restos de flores e vegetais ainda podem ser usados como composto, para a forragem de um jardim. Com isso você consegue proteger o seu solo, diminuindo o impacto direto gerado pela água da chuva ou pela irrigação, além de promover a troca de nutrientes.

Todo o lixo orgânico que você tritura acaba virando material para compostagem, o que lhe ajuda a economizar na compra destes mesmos produtos.

Como você pode ver, as principais vantagens aqui tem ligação com a compostagem, mas você sabe dizer o que isso significa? Vamos analisar mais detalhadamente abaixo.

O que é compostagem?

Se você trabalha com plantas e materiais orgânicos, então sabe do que estamos falando. Mas, caso você não seja familiarizado com a área, sem problemas, nós te explicamos!

A compostagem é a prática de se produzir fertilizante natural, a partir de materiais orgânicos. Através da compostagem você pode fertilizar sua horta ou jardim, ou então apenas melhorar a qualidade de seu solo, independente de para que você o utiliza.

Ou seja, com um triturador orgânico você consegue realizar este processo de compostagem, o que é extremamente útil para os objetivos que citamos acima. Se você pretende iniciar uma horta ou jardim, aconselhamos que pense seriamente na obtenção de um triturador orgânico para te ajudar com isso.

Os tipos de triturador orgânico

Uma vez que você já esteja decidido em comprar um triturador orgânico, resta saber qual deles. Abaixo nós separamos os principais tipos de triturador orgânico, de modo que você possa ter noção de qual deles é o melhor para você, confira!

Comecemos pelo triturador de rolo, o qual funciona através de um sistema de rolos, sendo também o mais silencioso e que requer menos manutenção. Este modelo é ideal para quem deseja triturar galhos resistentes e espessos.

Em seguida nós temos o triturador de hélice, o qual lhe dá um corte bem mais preciso, sendo o ideal para jardins pequenos, onde o seu foco é em folhas e galhos pequenos.

triturador de lâminas giratórias é o modelo mais popular do mercado, sendo bastante usado para processar galhos pequenos e caules de plantas.

Mas, se o seu objetivo é a compostagem, então você não deve optar pelo triturador de disco. Isso pois, este triturador na verdade não tritura o material, seu objetivo é apenas cortá-lo em pedaços pequenos, o que inviabiliza para a prática de compostagem.

E por último nós temos o triturador helicoidal, sendo que este sim é recomendado para o processo de compostagem. Este modelo é ótimo para galhos com um diâmetro de até 3 cm.

O que dá para usar em um triturador orgânico?

Em um triturador é só jogar tudo lá dentro e pronto, certo? Na verdade não é bem assim que as coisas funciona, sendo que há produtos específicos que você pode ou não utilizar.

Antes de mais nada, o foco aqui é material orgânico, ou seja, nada de tentar jogar material inorgânico em seu triturador e esperar que ele faça algo. Dito isso, mesmo se tratando de material orgânico, ainda assim há modelos específicos de triturador para cada tipo de material orgânico.

No caso de plantas, grama, capim, frutas, verduras e similares, trata-se de algo que os trituradores orgânicos conseguem lidar sem maiores problemas, sendo este o grande objetivo deles. Entretanto, o divisor de modelos costuma ser os galhos.

Galhos finos costumam ser possíveis de triturar em todos os modelos, mas a partir dos médios você já precisa ir atrás de modelos mais específicos, mais potentes. Já para galhos grandes (com mais de 5 cm de diâmetro) é necessário um motor a combustão, com uma potência maior do que 5 CV.

Dicas de como escolher o melhor triturador orgânico

Qual o melhor triturador orgânico?

Acima nós te apresentamos incríveis modelos de triturador orgânico, mas como saber qual deles é o melhor para você? Pois para te ajudar com isso nós separamos abaixo todos os fatores que você deve levar em consideração na hora de escolher o seu, confira!

1 – O que você deseja triturar?

A primeira coisa que você precisa ter em mente é o que você irá utilizar em seu triturador orgânico, e aqui estamos nos referindo mais especificamente aos galhos.

Qual o diâmetro dos galhos que você pretende triturar? O seu modelo de triturador orgânico suporta este diâmetro? É importante ter isso em mente antes de escolher o seu modelo ideal.

Aqui nós citamos os galhos pois, dentre todo o material orgânico, eles são os maiores delimitadores, sendo que você deve conseguir triturar todo o restante sem maiores problemas.

2 – Fique atento ao tipo de corte

Aqui quando falamos em “tipo de corte”, estamos nos referindo ao seu objetivo com os detritos após triturá-los. Você pretende fazer compostagem? Pois então o melhor é optar por modelos que triturem os galhos e os detritos, deixando-os pronto para o processo de decomposição.

Mas, se o que você deseja é apenas organizar melhor os galhos e detritos para dar aquela ajudinha extra para a reciclagem, então um sistema de discos já vai te ajudar bastante, pois ele irá transformar os galhos em pedacinhos menores, reduzindo bem o seu tamanho.

A dica aqui é dar uma conferida no tópico acima onde nós falamos sobre os principais tipos de trituradores orgânicos, assim você consegue ter uma noção melhor de qual deles é o mais aconselhável para seus objetivos.

3 – Observe também a potência

A potência é outro fator que você deve ficar sempre atento, pois é ela quem irá definir se o seu modelo pode ou não com determinados materiais. E sim, aqui novamente nós estamos falando dos galhos.

Basicamente falando, para galhos com um diâmetro de até 4,0 cm, você deve buscar por modelos com uma potência entre 2.200 W e 2.500 W. Já para galhos com um diâmetro maior do que 5,0 cm, o melhor é buscar por modelos com, no mínimo, uma potência de 5 CV.

Muito cuidado para não tentar triturar um galho mais grosso do que o modelo é capaz de lidar, pois além de não surtir efeito, você ainda corre o risco de danificar o seu triturador. Sempre tenha a potência aliada de acordo com o que você pretende triturar.

4 – Opte sempre por modelos de fácil limpeza

Talvez você esteja se perguntando o que, afinal de contas, a limpeza tem a ver aqui, mas a gente te explica melhor essa parte. Como você estará triturando matéria orgânica, é normal que seu triturador sempre fique sujo após cada utilização. Além disso, a própria seiva que é expelida por galhos e caules durante o processo de trituração pode correr a estrutura metálica de seu triturador caso não seja limpada corretamente.

Ou seja, é importante que o seu modelo seja de fácil limpeza, e que você a realize sempre após um trabalho. A dica aqui é optar por modelos que possuam partes desmontáveis, pois estes são os mais fáceis de serem limpos. E claro, sempre limpar seu triturador após utilizá-lo!

5 – A segurança também deve ser priorizada

A segurança é prioridade, não importa qual é o assunto, e aqui também não é diferente!

O triturador orgânico é uma ferramenta perigosa, pois é bom ter em mente que ele estará literalmente triturando galhos supre resistentes, transformando-os em “poeira”, então imagine só o que ele poderia fazer com a mão de alguém? Exatamente por isso é importante sempre verificar se o modelo que você deseja adquirir possui funções focadas na segurança do operador.

Trava de segurança, grade de proteção e sistema de aterramento contra choque elétrico são algumas das funções focadas na segurança que você deve sempre buscar quanto estiver atrás de seu modelo. Além disso, nós nem precisamos dizer que esta é uma ferramenta que deve estar sempre longe do alcance de crianças, não é mesmo?

6 – De olho na alimentação

Todos os modelos que nós apresentamos acima são elétricos, ou seja, você precisará de uma tomada por perto para fazê-los funcionar.

Assim sendo, é sempre necessário ficar de olho na alimentação, se a máquina funciona em 127 V ou 220 V, do contrário você pode acabar danificando seu triturador, e até mesmo ocasionando em acidentes. A dica aqui é sempre buscar por modelos bivolt, modelos que funcionam em ambas as voltagens, assim você não corre o risco de ser pego de surpresa, e pode utilizar seu triturador onde quer que você esteja.

7 – De olho na mobilidade

Outro fator importante é com relação a mobilidade do modelo escolhido, se é ou não fácil de levá-lo de um local ao outro. A dica é sempre optar por modelos que possuam rodinhas, assim você pode movimentá-lo mais facilmente, sem precisar ficar o carregando.

Mas, caso rodinhas estejam fora de questão, então confira sempre o peso, pois neste caso você terá realmente de carregá-lo de um local para outro.

8 – E claro, o preço deve sempre ser levado em consideração!

E por último, mas não menos importante, o preço é algo que você deve sempre levar em consideração aqui!

Isso pois, de nada adianta encontrar o melhor triturador de todos se ele simplesmente estoura em muito o seu orçamento. Então, a dica aqui é simples, basta definir suas necessidades e o seu orçamento, e se ater a eles. Certamente você será capaz de encontrar um modelo que atenda as suas necessidades sem com isso estourar o seu orçamento!

Agora você já sabe como escolher o melhor triturador orgânico!

Acima nós te mostramos incríveis modelos de triturador orgânico para você escolher o melhor, além disso nós também te mostramos um pequeno guia destacando tudo o que você dever levar em consideração na horta de escolher o seu. Então agora você já sabe o que fazer com aqueles galhos, mato, folhas e tudo o mais que atrapalha seu jardim a ficar perfeito, é só comprar um bom triturador orgânico e lidar com todos eles!

Pensando em adquirir algum dos modelos citados acima, ou então até mesmo já possui algum deles em casa? Pois então não deixe de nos contar sua opinião a respeito dele nos comentários abaixo!