O que é aerografia? Para que serve?

Nós já separamos aqui mesmo para vocês um artigo com os melhores aerógrafos, mas você sabe dizer o que é a aerografia? Engana-se quem acha que é a mesma coisa do que o grafite, pois apesar de parecidos, há algumas diferenças cruciais!

Nesse artigo nós iremos focar em te mostrar o que é a aerografia, bem como todos os seus aspectos, aplicações e muito mais! Então, seja você apenas um curioso, ou alguém que pretende entrar de vez nesse mundo da aerografia, esse é o lugar ideal para você aprender sobre ela e tirar todas as suas dúvidas!

Preparado então para começar a entender do que se trata a aerografia? Pois então vamos começar!

A história da aerografia

Pode acreditar, a história da aerografia é realmente antiga, tão antiga quanto a história da humanidade em si!

Isso pois, estudiosos datam a aerografia desde o período dos homens da caverna, onde eles utilizavam tubos feitos de bambu e ossos de animais para assoprar pigmentos de tinta sobre as paredes e fazer figuras. Ou seja, eles já possuam sua própria versão do aerógrafo!

Com o passar do tempo o aerógrafo foi se desenvolvendo cada vez mais, bem como o seu uso em si. Em 1893 foi criado o primeiro aerógrafo, pelas mãos do pintor britânico Charles Burdick. O pintor desenvolveu o aerógrafo como uma ferramenta para auxiliar em suas pinturas, deixando seu método de pintura mais rápido e eficaz.

A partir desse modelo foi desenvolvido o aerógrafo tal qual o conhecemos atualmente, porém claramente em sua versão mais modernizada. E a aerografia em si não se ateve somente a pinturas, mas ela se estendeu para diversos outras funções, falaremos mais delas abaixo.

O que é a aerografia?

A aerografia trata-se de uma técnica de pintura que necessita da utilização de um aerógrafo para ser realizada. Já o aerógrafo se assemelha a uma caneta, cuja pressão da fonte de ar acaba expelindo a tinta de modo que você possa utilizá-la em suas pinturas. Ou seja, é como se você utilizasse uma caneta para pintar!

Ao conferir sua história acima, você já deve ter uma melhor noção de sua função base, a pintura, porém novamente devemos focar que isso não se destina exclusivamente apenas para pinturas em obras de arte e artesanato, sendo que ele possui uma gama variada de possibilidades.

Você pode conferir mais sobre aerografia, como cursos, sugestões, curiosidades, oficinas de criação e conferir o portfólio de artistas, tudo isso e mais através de seu site oficial!

Outra confusão bastante comum é relacionarmos aerografia com o grafite, o que, apesar de serem sim similares, contam com diferenças importantes. Vamos então analisar abaixo cada um deles de modo que não reste dúvidas à você qual é qual!

Aerografia ou Grafite?

Parecem bastante similares, mas a verdade é que há sim algumas pequenas diferenças que, no final das contas, importam muito!

Vamos começar definindo a aerografia, a qual para ser realizada necessita da utilização de uma ferramenta especial, o aerógrafo. Com o aerógrafo em mãos, a aerografia consiste na criação de belas artes, recriando aquela imagem perfeita, a qual inevitavelmente irá agradar qualquer pessoa que aprecie pinturas artísticas. Isso é claro, desde que elas sejam bem feitas, por profissionais competentes!

Já o grafite é um pouco diferente, para começar ele não é realizado com um aerógrafo, mas sim com os sprays de tintas, o que configura sua principal diferença aqui. Enquanto o aerógrafo traduz desenhos com uma maior precisão, o spray é aquele “grito da alma”, onde não há nenhuma necessidade de recriar belas artes, mas sim uma forma de expressão de quem o utiliza. Mas claro, há sim a possibilidade de  utilizá-lo para recriar belas figuras, sendo o grafite uma técnica bastante utilizada para a decoração de casas.

Então, resumidamente, a principal diferença entra ambos dá-se pelas ferramentas de trabalho que são utilizadas, o que consequentemente faz com que a aerografia seja mais precisa, mais focada aos detalhes, enquanto o grafite é mais expressivo, mais audacioso!

Na imagem abaixo você consegue entender melhor esse quesito de “precisão” que a utilização de um aerógrafo traduz:

Pintura com aerógrafo
Imagem retirada da “Arte e Cia Brasil

Claro que não há garantia de que, ao comprar um aerógrafo, você no mesmo instante poderá reproduzir a imagem acima, pois ela requer prática. Ou seja, com prática, e o equipamento certo, você chegará lá!

Aerógrafo de ação simples ou dupla?

E por falar em “equipamento certo”, outro ponto a se ter atenção é com relação ao tipo de aerógrafo você irá utilizar: de ação simples, ou dupla!

Vamos conferir então cada um destes tipos, de modo que isso possa lhe ajudar a definir qual deles é o ideal para suas utilizações.

Ação simples

Chamamos de aerógrafo de ação simples aquele cujo fluxo de tinta é sempre constante, não sendo possível ajustar sua emissão e nem o seu foco através do gatilho.

A grande vantagem desse modelo se dá por seu valor reduzido quando em comparação ao modelo de dupla ação. E sua desvantagem fica perante a limitação de sua performance.

Além disso, este modelo permite também que fatores tais como pressão do ar, vazão e viscosidade da tinta sejam ajustados, de maneira a se adequarem ao serviço que você for executar.

Ação Dupla

Já o modelo de ação dupla é o ideal para quando se necessita de uma maior precisão, tanto da tinta quanto do foco. Com ele é possível imprimir uma maior precisão em desenhos com luz e sombra, sendo indicado especialmente para tais trabalhos.

A vantagem desse modelo se dá relativa a sua óbvia performance superior, sendo o mais indicado para quando se necessita de precisão. Já as desvantagens, além de seu preço ser mais elevado do que um modelo de ação simples, sua manutenção é também mais delicada, tudo por conta de sua pinça central, e o seu reservatório de tinta é também menor.

Além disso, trata-se de um modelo profissional, o qual para utilizá-lo em perfeição é necessário que você tenha total controle de todas as cinco variáveis da pintura:

  1. A pulverização do ar;
  2. A distância entre seu aerógrafo e o objeto que você deseja pintar;
  3. Pressão;
  4. A viscosidade da tinta;
  5. E a velocidade de aplicação.

Pode até parecer confuso, mas o bom da aerografia é justamente essa evolução constante que você obtém conforme vai praticando e se aprofundando. Com treino e persistência, em pouco tempo você dominará todas as variáveis da pintura!

Itens indispensáveis na hora de utilizar o seu aerógrafo

Não basta apenas adquirir um aerógrafo e já começar a utilizá-lo logo em seguida, ainda há alguns itens que você precisará para isso. Abaixo nós falaremos sobre quais são estes itens, mas antes, você pode conferir um desenho esquemático de um aerógrafo, para então começar a entrar nesse mundo a aerografia.

Partes de um aerógrafo

O primeiro item de que você precisará aqui é de um compressor de ar. O compressor de ar é o “combustível” do seu aerógrafo, e normalmente ele não acompanha a maioria dos modelos de aerógrafos, sendo necessário adquiri-lo a parte. Sempre certifique se o seu modelo de aerógrafo já não possui especificações de qual o compressor de ar ideal para ele, é necessário que você compre sempre o certo. Mas, caso não haja quaisquer especificações, então o ideal é ir por aqueles que tenham reguladores de pressão e manômetros.

O próximo item de nossa listinha é o solvente e a tinta, sendo eles a “munição” de seu aerógrafo. Importante ter em mente que é possível utilizar qualquer tinta aqui, desde que você a dilua para não acabar entupindo o seu aerógrafo. Você pode utilizar um solvente específico, como por exemplo o thiner, para diluir sua tinta, ou então a diluir separadamente antes de inseri-la no aerógrafo. Mas o ideal mesmo é já optar por tintas que venham diluídas, cujo uso é específico para serem utilizadas em aerógrafos.

OBS: No caso de um aerógrafo para confecção de bolos, onde você irá utilizar a tinta comestível, é essencial que você verifique todas as instruções do fornecedor da tinta. Mais abaixo falaremos sobre as aplicações da aerografia e focaremos melhor nessa parte!

E por último, mas definitivamente não menos importante, você deve sempre se lembrar dos equipamentos de proteção! É bem comum que esqueçamos de utilizá-los, porém eles são importantes, estão ali justamente para nos proteger. Equipamentos tais como óculos, máscara e luvas são essenciais para o manuseio dos aerógrafos. Além disso, também é importante utilizar roupas velhas, assim você evita que a tinta respingue diretamente em você, e que você entre em contato com substâncias químicas.

E, caso você ainda seja inicialmente na arte da aerografia e em manusear aerógrafos, então o vídeo abaixo poderá lhe ajudar um pouquinho a entender todo esse novo mundo:

Todas as aplicações da aerografia

A seguir nós separamos todas as principais aplicações que você pode utilizar seu aerógrafo, você verá que a arte da aerografia é bastante ampla.

Obras de arte

Comecemos com uma aplicação bastante óbvia para a aerografia, envolvendo a criação de obras de arte, tal como a imagem do início deste artigo.

Além disso, também é bastante comum utilizar-se do aerógrafo para pintar paredes de um cômodo da casa, para criar uma decoração diferenciada a todo o ambiente.

No vídeo abaixo você confere uma verdadeira obra de arte sendo realizada por um profissional com um aerógrafo:

Artesanato

O artesanato é outra atividade em que o aerógrafo é bastante empregado, pois ajuda bastante na hora de pintar suas peças, com muito mais precisão e atenção aos detalhes. Quer você pratique o artesanato apenas como hobby, ou mesmo profissionalmente, o aerógrafo pode lhe ajudar bastante, muito mais do que demais ferramentas para pintura!

Abaixo você confere como o aerógrafo é usado para a pintura de esculturas:

Pintura automotiva

Os automóveis também se beneficiam bastante do aerógrafo.

Aqui você tem a possibilidade de utilizá-lo nos automóveis de duas maneiras. Você pode, com seu aerógrafo, cobrir aqueles riscos na pintura que seu automóvel esteja apresentando, e para tal você nem precisa ser nenhum profissional, basta saber utilizar o aerógrafo e você conseguirá cobrir os riscos com perfeição. Isso é especial útil pois você não precisará repintar todo seu veículo apenas para cobrir um único risco. O vídeo abaixa te auxilia na utilização do aerógrafo para a remoção de riscos em seu veículo:

E você também poderá utilizar seu aerógrafo para realizar pinturas no capô de seu veículo, o deixando customizado da maneira que você desejar. Mas claro, para essa aplicação você já precisará ter uma grande experiência na aerografia, de preferência talvez seja melhor buscar o auxílio de um profissional.

No vídeo abaixo você pode ver como esse tipo de pintura automotiva com aerógrafo é realizada:

Fins estéticos

Outra aplicação do aerógrafo é para fins estéticos, ou seja, como maquiagem e até mesmo bronzeamento artificial. É comum ver o aerógrafo sendo utilizado em alguns salões de beleza, por maquiadores. Isso pois o aerógrafo permite um nível grande detalhamento e precisão, em especial para maquiagens artísticas. Essa técnica é chamada de “maquiagem airbrush”,  você pode conferir melhor como ela é realizada pelo vídeo abaixo:

Além das maquiagens, também é comum que o aerógrafo seja utilizado para sessões de bronzeamento artificial, fazendo com que as sessões além de serem mais rápidas, também sejam menos prejudiciais a pele do que você ficar exposto por horas em uma câmera de UV. Ou seja, se você não gosta do sol, mas adora o bronzeado que ele traz, essa é a solução ideal!

No vídeo abaixo você pode entender melhor sobre o “jet bronze”, o bronzeamento artificial feito com o aerógrafo:

Culinária

E por último, mas não menos importante, a aerografia pode também se estender até para a culinária!

Para quem trabalha com bolos e doces confeccionados, sabe que o sabor é sim importante, mas a apresentação também ganha pontos. Pois é na apresentação que o aerógrafo acaba sendo de grande ajuda, na hora da confecção. Atualmente é possível encontrar no mercado as famosas “tintas comestíveis”, as quais podem ser utilizadas no aerógrafo justamente como aspecto decorativo.

Sabe aqueles bolos de festas infantis que costumam ser coloridos e confeccionados de acordo com o tema das festas? Pois eles são exemplos claros do aerógrafo sendo utilizado na culinária!

Com tais tintas, e o aerógrafo em mãos, você consegue tanto colorir seu bolo nas mais variadas cores, como também fazer diversos desenhos próprios. Essa é a perfeita união entre uma sobremesa saborosa e deslumbrante!

No vídeo abaixo você pode conferir um aerógrafo sendo utilizado para a confecção de um bolo:

Agora você já sabe o que é aerografia!

Acima nós lhe informamos tudo o que você precisa saber sobre a aerografia, desde quando ela surgiu até suas principais aplicações nos dias atuais. Ou seja, se você pretende iniciar sua carreira no mundo da aerografia, a dica é adquirir um bom aerógrafo, e começar a praticar o máximo possível, até que você esteja tão bom quanto os artistas dos vídeos acima!

Sobraram dúvidas quanto a aerografia? Pois então é só perguntar nos comentários abaixo e nós estaremos prontos para lhe responder!