Roçadeira Toyama É Boa?

Se você está buscando com uma boa roçadeira, então com certeza já deve ter se deparado com alguma roçadeira da Toyama, não é mesmo? A Toyama é uma marca respeitada atualmente, mas será que sua roçadeira está entre as melhores do mercado?

Pois o nosso objetivo neste artigo é justamente esse, avaliar se a roçadeira da Toyama é realmente boa, se ela vale realmente a pena. Para tal, abaixo nós separamos dois bons modelos da Toyama para compará-los, os analisando de maneira minuciosa para podermos atestar se ela é realmente confiável ou não!

Então, se você quer conferir de uma vez por todas se a roçadeira da Toyama é realmente boa, é só continuar por aqui com a gente!

Conhecendo a Toyama

Antes de mais nada, vamos dar uma conferida em quem é a Toyama!

A Toyama é uma marca chinesa, no Brasil desde 1997, porém começando sua produção direta em solo nacional no ano de 2005. Em 2009 foi inaugurada sua segunda planta no solo nacional, em Manaus, e em 2010 sua terceira unidade, em Goiânia. Com isso nós podemos notar que, devido a essa expansão, a Toyama vem crescendo bastante no Brasil!

Ao todo já são mais de 3 mil pontos de vendas da Toyama espalhados ao redor do Brasil, bem como uma excelente rede de assistência técnica especializada. Antes de ir direto para a roçadeira Toyama é importante conferir se há uma rede de assistência técnica perto de você, nunca se sabe quando você poderá precisar dela!

A Toyama no Reclame AQUI!

O Reclame AQUI é o maior site para atestar a confiabilidade de lojas. Através dele é possível que compradores avaliem o serviço da loja e relatem problemas. Ou seja, para atestarmos se a Toyama é ou não confiável, a melhor maneira para isso é através do Reclame AQUI.

E, caso visitemos a página principal da Toyama no Reclame AQUI, nós iremos nos deparar com uma avaliação de 8.3 de 10 para os últimos 12 meses. Uma avaliação de 8.3 significa que a Toyama é tida como confiável pelo Reclame AQUI, o que é algo muito bom.

Além disso, ainda é possível encontramos outras informações sobre a Toyama no Reclame AQUI que reforçam essa confiabilidade. Informações tais como um Índice de solução de problemas de 83%, o que também é algo muito bom.

Certo, então até agora nós comprovamos que a Toyama em si é confiável, o que é uma boa coisa, mas e quanto a sua roçadeira? A roçadeira fabricada e comercializada pela Toyama pode ser considerada boa e confiável? Vamos analisar isso abaixo!

A roçadeira Toyama

A roçadeira Toyama é boa?

Para podermos definir se a roçadeira Toyama é realmente boa, nós precisamos analisar mais de perto alguns de seus principais modelos. Abaixo nós separamos duas roçadeiras da Toyama que estão entre as melhores, para que nós possamos então analisá-las separadamente.

Roçadeira a Gasolina Semiprofissional TBC43X Toyama

Este modelo trata-se de uma roçadeira semiprofissional, durável e ao mesmo tempo leve, ideal para trabalhos rápidos e ágeis. Seu sistema de amortecimento é capaz de eliminar quaisquer vibrações do motor, fazendo todo o sistema mais confortável e preciso, já o guidão lateral ergonômico possui um dispositivo de segurança para evitar o acionamento involuntário.

Além disso, este modelo apresenta ainda uma potência de 1250 W (1,67 HP), uma velocidade de 6500 RPM, um motor refrigerado a ar de 2 tempos e monocilíndrico com 42,7 cilindradas. O seu combustível é de gasolina + óleo 2 tempos, com um consumo de aproximadamente 1,2 litros/hora, e um tanque com capacidade para 1,2 litros, isso faz com que ele apresente uma autonomia para até uma hora de atuação.

Este é o modelo ideal para serviços semiprofissionais e de porte médio, tais como cortar grama e capim, além de realizar acabamentos e tarefas de jardinagem em praças, condomínios, jardins, canteiros, sítios, etc. Acompanham este modelo 1 lâmina circular, 1 kit de ferramentas, 1 reservatório para combustível, 1 carretel de fio de nylon e 1 cinta ergonômica para sustentação.

Roçadeira Costal A Gasolina 2T TBC43BX-GII Toyama

Já este modelo é superior ao anterior, pois além de apresentar uma maior potência trata-se também de um modelo costal!

Este é o modelo ideal para se trabalhar em encostas e terrenos acidentados, pois a união entre seu motor acoplado juntamente com o colete que deve ser utilizado nas costas faz com que todo o peso da roçadeira seja melhor redistribuído para o operador, de modo a conferir maior conforto. Poder apoiá-la nas costas, como uma mochila, certamente traz maior agilidade ao trabalho!

Além disso, este modelo apresenta uma potência de 1,7 HP, uma velocidade de 6500 RPM, um motor refrigerado a ar de 2 tempos e monocilíndrico com 42,7 cilindradas. Seu combustível é de gasolina + óleo 2 tempos, e um tanque para capacidade de 1,2 litros.

A alça “D”, bem como o gatilho funcional que está fixado no tubo, garantem a este modelo uma maior precisão para a poda de matos, capins e plantas de maior estatura. Acompanham este modelo 1 kit de ferramentas, 1 recipiente para misturar o combustível, 1 cinto de apoio, 1 carretel de fio de nylon e 1 lâmina de 3 pontas.

Comparando ambos os modelos

Acima nós lhe apresentamos dois modelos de roçadeira Toyama, vamos então agora compará-los na tabela abaixo!

Roçadeira Toyama TBC43X Vs TBC43BX-GII
TBC43XTBC43BX-GII
Potência máxima1,67 HP1,7 HP
Velocidade6500 RPM6500 RPM
Rotação máxima sem carga12000 RPM10000 RPM
Tipo de motorMonocilíndricoMonocilíndrico
Cilindradas42,7 cc42,7 cc
Tipo de combustívelGasolina + Óleo 2 temposGasolina + Óleo 2 tempos
Capacidade do tanque1,2 Litros1,2 Litros
Possível acoplar as costasNãoSim
Dimensões167 x 11 x 11 cm160 x 12 x 12 cm
Peso8 Kg4 Kg
Acompanha1 lâmina circular, 1 kit de ferramentas, 1 reservatório para combustível, 1 carretel de fio de nylon e 1 cinta ergonômica para sustentação1 kit de ferramentas, 1 recipiente para misturar o combustível, 1 cinto de apoio, 1 carretel de fio de nylon e 1 lâmina de 3 pontas
Mas mesmo com essa tabela comparativa, ainda assim nos resta a dúvida se a roçadeira da Toyama é realmente boa. Pois então vamos a ela!

Analisando a roçadeira Toyama

Vamos então analisar a roçadeira da Toyama de acordo com fatores que se esperam que uma boa roçadeira demonstre, tais como:

Quanto a potência

A potência é a primeira coisa que devemos analisar em uma roçadeira, pois é ela quem irá definir todo o restante. Basicamente falando, nós podemos definir a potência em:

  • Até 26 cc → Trata-se de uma potência baixa, ou seja, para roçadeiras que serão utilizadas em trabalhos leves. Tenha em mente que você até pode usá-la em trabalhos mais pesados, porém seu uso contínuo acabará danificando a roçadeira;
  • De até 33 cc → Aqui nós já temos as roçadeiras “medianas”, onde já é possível cortar aquele mato alto e capim que atrapalham seu terreno;
  • Superior a 44 cc → Este é o último modelo, onde já entramos na categoria de roçadeiras profissionais. Se você necessita lidar com serviços pesados, então esta é a potência que sua roçadeira deve possuir!

Quando analisamos a roçadeira da Toyama quanto a sua potência, em nada ela fica devendo! Nos modelos acima, eles apresentam ambos cilindradas de 42,7 cc, o que os põem na categoria de roçadeiras profissionais. Ou seja, para executar serviços mais pesados as roçadeiras da Toyama não decepcionam!

Mas claro, caso você queira modelos para serviços mais leves você ainda pode encontrar bons modelos de roçadeira Toyama que se adéquem a esta categoria.

Quanto a lâmina

Outro fator importante a se levar em consideração quando estamos analisando uma roçadeira é o seu tipo de lâmina. São vários os tipos de lâminas que existem, e abaixo você pode conferir quais são os principais:

  • Nylon → Este tipo de lâmina é indicado para cortar gramados mais leves, nos quais já existe uma manutenção constante, bem como para próximo a construções e acabamentos em pés de árvores;
  • Lâmina metálica de 2 pontas → Essa lâmina é para quando a grama já cresceu mais do que deveria, fazendo com que a lâmina de nylon já não mais aguente cortá-la;
  • Lâmina metálica de 3 pontas → Mas, quando a vegetação começa a ficar muito densa, como no caso de arbustos, então a lâmina de 3 pontas é a ideal para lidar com ela;
  • Serra circular → Já a serra circular pode cortar as vegetações mais resistentes, e até mesmo pequenos troncos de árvore!

Em ambos os modelos de roçadeira Toyama apresentados acima, a lâmina utilizada é a de nylon. Isso faz com que elas sejam mais indicadas para acabamentos e gramados mais leves. Entretanto, você pode buscar modelos de Toyama com lâminas mais específicas para trabalhos pesados, tudo de acordo com suas necessidades!

Quanto ao combustível

Modelos a gasolina são os mais potentes, e aconselháveis para os trabalhos mais pesados. Nesse aspecto a Toyama não desaponta, pois a maioria de seus modelos são justamente a gasolina.

E, quando falamos em combustível, é também necessário que verifiquemos a capacidade de seu tanque. Se você deseja uma roçadeira para serviços mais pesados, então você deverá ir atrás de um tanque com, no mínimo, 1 litro. Em ambos os modelos acima o tanque possui 1,2 litros, o que faz com que, nesse aspecto, a roçadeira da Toyama não deixe a desejar.

Igualmente importante é analisarmos o consumo aproximado, ou seja, a relação de litros/hora. Essa relação nos mostra quantos litros de combustível a roçadeira irá gastar no tempo de uma hora. No caso da roçadeira Toyama, ela apresenta um consumo de 1,2 litros por hora, o que, aliado a um tanque com capacidade para 1,2 litros, dá a ela uma autonomia de trabalho de uma hora.

Tal autonomia de uma hora é muito boa, o que é um ponto positivo aqui para a Toyama!

Quanto a ergonomia

Tendo em vista que a roçadeira é uma ferramenta inteiramente manual, a ergonomia torna-se um fator super importante aqui. E, com relação a ele, a roçadeira Toyama não deixa nada a desejar.

Um dos modelos destacados acima trata-se de uma roçadeira costal, ou seja, você pode acoplá-la as costas como se fosse uma mochila, e então utilizá-la assim mesmo. Quando falamos em ergonomia esse modelo costal está totalmente a favor, muito mais do que demais modelos, pois nele você tem a oportunidade de redistribuir por igual todo o peso da roçadeira ao operador, tornando o trabalho muito mais fácil e ágil.

Ou seja, tomando em base todos os demais modelos, mas principalmente este modelo costal, a roçadeira Toyama ganha bastante vantagem aqui no quesito ergonomia!

Quanto ao seu valor

E por último, mas de modo algum menos importante, é sempre necessário que analisemos o valor.

Ambos os modelos que nós destacamos acima da roçadeira Toyama são acima de R$ 1.000,00, o que claramente é um valor elevado, principalmente para quem possui um orçamento inicial limitado. Entretanto, isso não desqualifica nenhum dos modelos.

Isso pois, o que deve ser analisado aqui é o custo-benefício, e não apenas o custo. Claro, na condição de você simplesmente não possuir o orçamento inicial para adquirir tais modelos, então o ideal é buscar por modelos mais baratos. Mas, caso você tenha condições, então sem dúvida a roçadeira Toyama vale a pena!

Mesmo que inicialmente você acabe pagando um pouco mais, ainda assim no final das contas acaba valendo a pena!

A roçadeira Toyama é boa?

Acima nós escrutinamos a roçadeira da Toyama o máximo possível, levantando pontos importantes sobre ela, apresentando dois excelentes modelos, os analisando e comparando. Então com isso nós voltamos a pergunta central deste artigo:

A roçadeira Toyama é boa? Sim, ela é boa!

Após tudo o que nós vimos e analisamos acima, fica fácil comprovarmos que a roçadeira da Toyama é sim boa, e que sua aquisição vale sim a pena! Então, se você está procurando por uma boa roçadeira para te ajudar nos serviços, definitivamente deve considerar a compra de uma roçadeira da Toyama!

E, caso você esteja cogitando adquirir um modelo específico de roçadeira Toyama, então não deixe de nos contar qual deles é nos comentários abaixo. Ou, se você já possui uma roçadeira da Toyama, então conte-nos sua experiência com ela!