Soldagem TIG – Como Funciona?

Antes de mais nada, por que você deve aprender como soldagem TIG funciona?

Saiba que lá nos anos 40, soldar peças de alumínio e magnésio era uma dificuldade enorme, então se buscava novos meios para soldar essas peças.

Aí que entra a soldagem TIG!

Graças a essa invenção feita pelo soldador Russel Meredith, a soldagem ganhou novos níveis revolucionários na história, e abriu novas possibilidades, principalmente para a construção de aeronaves e navios

Agora, deixando os fatos históricos de lado, vamos ao que interessa. 

Como funciona a soldagem TIG? 

Aprendendo como funciona soldagem TIG

Como funciona a soldagem TIG?

A sigla vem da abreviatura das palavras inglesas Tungsten Inert Gas, que traduzido em português fica “gás inerte tungstênio”. 

Assim como seu nome sugere, a soldagem TIG usa um arco elétrico criado entre um eletrodo sólido de tungstênio não consumível, e o material sendo soldado.

E só ocasionalmente precisa de metal de enchimento.  No entanto, o único diferencial da soldagem TIG não para aí. O grande diferencial desse tipo de solda é sua proteção contra o ar atmosférico usando o gás inerte

Esse gás, que consiste em argônio (Ar), ou hélio (He), ou até mesmo a mistura de ambos, protege o eletrodo, o arco e a área ao redor da poça de fusão de solda que ajuda a formar e manter o arco elétrico sempre estável. 

Já sobre a altura do arco elétrico, ela é controlada pela distancia do eletrodo com a peça, a intensidade é medida através da corrente elétrica, ou seja, a amperagem, que se faz fluir a partir da coluna de gás ionizado, ou também chamado de plasma. 

Mas o que as características dessa soldagem têm de tão importante?

A importância da soldagem TIG vai para algo além do que apenas soldar alumínio e magnésio, ela também produz uma solda limpa e de qualidade, não gerando escórias e nem necessitando de limpeza no final do processo. 

Graças a tais praticidades, esse tipo de solda é empregada em indústrias nucleares, químicas, aeronáuticas e de alimento

Interessante, não acha? Mas tem outra coisa interessante na soldagem TIG, a corrente elétrica. 

Corrente elétrica na solda TIG

Corrente elétrica na solda TIG

O arco elétrico da solda TIG pode usar energia de corrente contínua (CC) ou corrente alternadas (CA), ou então ambas ao mesmo tempo para fazer as soldagens. 

Assim, dependendo da escolha da corrente elétrica, terá influencia no mecanismo de emissão de elétrons, que no final irá mudar as características da soldagem. 

Por que não vemos agora como cada uma dessas correntes elétricas afeta a soldagem?

Corrente contínua

A corrente contínua funciona direcionando o fluxo elétrons ao lado positivo, fazendo com que a corrente elétrica se mantenha constate no tempo em uma só direção, podendo assim concentrar mais energia.

Logo, ao utilizar a corrente contínua, o equipamento de solda consegue soldar aços de carbono, aço inoxidável, cobre, titânio e ligas especiais. 

Já outros tipos de soldas ainda permitem o recurso de arco pulsado.

O arco pulsado consiste na oscilação da corrente de solda entre dois níveis, corrente de pico e a corrente de base

Atualmente, existe a tecnologia de controle de potência, a qual pode atingir uma frequência de pulsação bem maior e de alta precisão nas curvas em comparação a outras máquinas convencionais. 

Se isso tudo parece surpreendente, ainda nem falamos da corrente alternada.

Corrente alternada (CA)

A principal característica da corrente alternada se dá por variar a corrente elétrica.

Assim, ao inverter a polaridade no tempo, a soldagem de alumínio e latão se torna possível. 

Já o equipamento de solda AC, geralmente usa a forma de onda senoidal para transmissão de energia. Contudo, em certas aplicações, outras formas de onda podem ser usadas, tais como a triangular e a quadrada, ou suaves e avançadas.

E ainda existe o recurso de balanço de solda em outros tipos de equipamentos, que configura o tempo de ciclos positivos e negativos na soldagem em corrente, e cada um dos dois produz resultados diferentes

  • O ciclo positivo produz limpeza de camada de óxidos de forma mais efetiva, e um maior aquecimento do eletrodo;
  • O ciclo negativo mais longo necessita de menos limpeza de camada de óxidos, menor aquecimento de eletrodo, porém com maior penetração. 

Além do uso de ciclos positivos e negativos, a soldagem pulsada também consegue fazer uso da corrente alternada. 

Confira também: Soldagem MIG/MAG Vantagens e Desvantagens

Agora que nós analisamos como funciona a soldagem TIG, vamos ver as vantagens e desvantagens desse processo. 

Vantagens e desvantagens da Soldagem TIG

Uma das principais vantagens da soldagem TIG é seu potencial de soldar diferentes tipos de metais, tais como:

  • Carbono de baixa liga;
  • Aços inoxidáveis;
  • Ligas de alumínio;
  • Níquel;
  • Cobre;
  • Magnésio;
  • Chapas finas. 

Graças a possibilidade de soldar diferentes metais, a soldagem TIG pode ser usada em todo tipo de reparo e manutenção em geral, com passe de raiz em tubos de vários diâmetros e espessuras, e ainda possui alto nível de poça de fusão, com baixo heat input e bom acabamento.

E ainda mais, nós podemos destacar as seguintes vantagens:

  • Não produz escória;
  • Poucos respingos;
  • Ótimos resultados em adição de consumíveis;
  • Incrível acabamento;
  • Soldas de qualidade superior;
  • Soldas autógenas rápidas e eficientes;
  • Pode ser automatizado;

Depois que você viu como é vantajoso ter solda TIG no seu trabalho, agora…

…É hora de falarmos sobre suas desvantagens.

Desvantagens da soldagem TIG

Como nem tudo são flores, a maior desvantagem da solda TIG é a dificuldade em dominá-la.

Para poder usar essa solda com eficiência, o soldador requer muita destreza em uma mão para manter um pequeno arco elétrico, e evitar que o eletrodo encoste na peça.

Além disso, a outra mão segura o metal de adição. 

Em outras palavras, as duas mãos ficam ocupadas durante todo o processo. Por isso, não é uma máquina recomendada para quem quer começar a soldar. 

Contudo, mesmo com esse nível de dificuldade, a solda é impecável e produz um acabamento perfeito de cordão de solda e incríveis propriedades mecânicas, valendo muito a pena o aprendizado.

Ainda existem outras desvantagens, tais como:

  • A proteção de gás é prejudicada em locais muitos ventilados;
  • Menor taxa de deposição comparada ao processo SMAW;
  • Contaminação da solda em casos do metal de adição não for suficientemente protegido;
  • Baixa tolerância a contaminantes;
  • Menos econômico em comparação a outros eletrodos consumíveis com espessuras 10mm.

Agora você já sabe como funciona a soldagem TIG

Acima nós lhe informamos tudo o que você precisa saber para conhecer a soldagem TIG, bem como suas principais vantagens e desvantagens.

As desvantagens da soldagem TIG até podem desanimar um pouco, principalmente se você for iniciante.

Mas observe o quão vantajoso é aprender usar esse tipo de soldagem, e os resultados obtidos através dessa solda, tanto ao ponto dela ser fator importante na construção de navios durante a Segunda Guerra Mundial.

Por isso, pratique com cuidado, estude com afinco e supere um novo nível de solda com a soldagem TIG!

E claro, caso tenham restado dúvidas sobre a soldagem TIG, basta nos perguntar nós comentários abaixo e nós estaremos prontos para lhe ajudar!